O ano de 2021 foi bom para o time feminino do Flamengo. As Meninas da Gávea não chegaram às finais do Brasileiro e Ladies Cup. Mas, fecharam o ano com o sexto título do Carioca e o bi da Taça Guanabara. Além disso, tiveram o melhor ataque, melhor defesa e Pimenta foi a artilheira do Carioca.

Reforços para as Meninas da Gávea

O Flamengo contratou alguns reforços em busca de elevar o nível em 2022. Assim, assinou com o português Luis Andrade para ficar à frente do time que iniciou já no Ladies Cup. Celso Silva, que treinou o clube antes, continua na equipe, mas em outra função. Assim como um novo técnico, novas três atletas estão no time agora neste mês. São elas: Gisseli, Leidiane e Cris.

Gisseli já esteve várias vezes na lista para a Seleção Brasileira. Além disso, também jogou o Sul-Americano Sub-17, onde se sagrou campeã. A lateral-esquerda começou a carreira no JV Lideral, mas brilhou mesmo na equipe da Chapecoense. A atleta disse ao clube que deseja ajudar para vários títulos e construir uma linda história com o manto sagrado.

Além de Gisseli, Leidiane chegou com o mesmo desejo por títulos. A volante, que conta com uma Libertadores no currículo, saiu do Ferroviária afim de se tornar campeã. Além do último clube, a atleta também jogou por Ipatinga e Taubaté. Ao Flamengo, a mineira disse estar vivendo um sonho de criança e que tem muita garra para vencer.

Em conclusão, o nome mais recente foi o da volante Cris. A ex-jogadora do São Paulo já foi campeã do Sul-Americano Sub-17, em 2018, e vem para somar na equipe. Com todo o seu nível no time de base do clube paulista, Cris provou ser boa em desarme. Desse modo, a atleta disse estar ansiosa e destacou que, juntas, as Meninas da Gávea serão mais fortes.

Foto Destaque: Divulgação/Paula Reis/CRF

Eduarda Esposito
Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), apaixonada por esportes e futebol. Escritora livre e apaixonada por leitura, incentivadora dos esportes femininos e da representatividade das mulheres em todas as áreas. Brasiliense de nascença e 24 anos de mistura brasileira.