Em primeiro lugar, confira aqui todas as atualizações na tabela Brasileirão Série D . De antemão, o Campeonato Brasileiro da 4ª divisão tem início no dia 17 de abril, um domingo. Por outro lado, o término do torneio está marcado para o dia 25 de setembro, também em um domingo. Portanto, a tabela de classificação Série D é atualizada sempre após o término de cada rodada!

Tabela Brasileirão Série D

Apostar no Brasileirão com Betano >

Sobre o Brasileirão Série D

Antes de tudo, a tabela Brasileirão Série D chega a sua 14ª edição em . A saber, será disputada por 64 equipes que se classificaram através dos campeonatos estaduais. Bem como outros torneios realizados por federações estaduais. Portanto, os classificados são:

  • Os quatro rebaixados da Série C do ano anterior;
  • O estado 1º colocado no Ranking Nacional das Federações terá direito a quatro vagas;
  • Do 2º ao 9º colocado no Ranking Nacional das Federações terão direito a três vagas;
  • Do 10º ao 23º colocado no Ranking Nacional das Federações terão direito a duas vagas;
  • Por fim, do 24º ao 27º colocado no Ranking Nacional das Federações terão direito a uma vaga para o campeão estadual.

Estados com cinco equipes: São Paulo

Em suma, o estado com mais representantes, como na maioria das divisões, é São Paulo, com cinco equipes. Então, formam o quinteto paulista a Ferroviária, Inter de Limeira, Oeste, Santo André São Bernardo.

Estados com quatro equipes: Paraná e Bahia

Logo na cola vem Paraná e Bahia, com quatro equipes cada. Assim, temos, representando os paranaenses: Azuriz, Cianorte, FC Cascavel Paraná. Já do lado baiano estão: Atlético de AlagoinhasBahia de Feira, Jacuipense e Juazeirense. 

Estados com três equipes

Outros sete estados tem três clubes: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Então, são eles:

  • Crato, Icasa e Pacajus (CE);
  • Anápolis, Grêmio Anápolis e Iporá (GO);
  • Caldense, Pouso Alegre e URT (MG);
  • Afogados, Retrô e Santa Cruz (PE);
  • Nova Iguaçu, Pérolas Negras e Portuguesa (RJ);
  • Aimoré, Caxias e São Luiz (RS);
  • Juventus do Jaraguá, Marcílio Dias e Próspera (SC).

Estados com duas equipes

Além disso, com dois clubes na tabela Brasileirão Série D estão: Acre, Alagoas, Amazonas, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima e Sergipe. Portanto, são eles:

  • Humaitá e Rio Branco (AC);
  • ASA CSE (AL);
  • Amazonas e São Raimundo (AM);
  • Brasiliense e Ceilândia (DF);
  • Nova Venécia e Real Noroeste (ES);
  • Juventude e Moto Club (MA);
  • Ação e CEOV (MT);
  • Castanhal e Tuna Luso (PA);
  • São Paulo Crystal Sousa (PB);
  • 4 de Julho e Fluminense (PI);
  • América de Natal e Globo (RN);
  • Náutico e São Raimundo (RR);
  • Lagarto e Sergipe (SE).

Estados com uma equipe

Por fim, os estados com apenas uma equipes são: Trem (Amapá), Costa Rica (Mato Grosso do Sul) e Tocantinópolis (Tocantins).

Sistema de disputa da tabela Brasileirão Série D

Antes de mais nada, diferente do ano anterior, a edição atual não haverá mais seletivas entre equipes de oito entidades estaduais com o pior posicionamento no Ranking Nacional das Federações, com acontecia anteriormente.

Assim, a competição contará com 64 equipes participantes divididas em oito chaves, com oito equipes em cada, com jogos de ida e volta. Ademais, as quatro melhores de cada grupo se classificam para a 2ª fase, totalizando 32 equipes.

Em conclusão, estas se enfrentam em confrontos eliminatórios até a definição do campeão e do acesso à Série C do ano que vem: oitavas, quartas, semifinais e final. A saber, vale ressaltar que apenas quatro equipes, ou seja, os semifinalistas, avançam à 3ª divisão.

História do Brasileirão Série D

Antes de tudo, em março de 2008, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou que criaria a tabela Série D do Brasileirão, diminuindo o número de equipes da Série C. Assim, a partir de 2009, equipes garantiriam vaga de acordo com o desempenho nos campeonatos e copas estaduais.

De fato, a 1ª edição teve a presença de 39 equipes e nenhum time do Acre participou. Então, os participantes foram divididos em 10 grupos regionalizados e os dois primeiros colocados avançavam ao mata-mata.

A saber, o primeiro campeão foi o São Raimundo-PA. Além disso, juntamente com Macaé-RJAlecrim-RN e Chapecoense-SC, os quatro subiram de divisão e foram as primeiras equipes a garantirem acesso à Série C vindos da Série D.

O Central é a agremiação recordista em participações na Série D, tendo ficado de fora apenas de três edições, em 2011, 2012 e 2022. Assim, totaliza 11 participações. Da mesma forma, também detém o recorde de time com o maior número de participações consecutivas na 4ª divisão: nove (de 2013 a 2021).

Mudança no formato

A princípio, em 2011, houve uma pequena mudança no formato: a competição passou a contar com oito grupos, ao invés de 10. Além disso, a fase eliminatória começaria a partir das oitavas de final. A saber, este formato se sustenta até hoje.

Equipes participantes da tabela Brasileirão Série D

Equipes Local Como se classificou

4 de Julho

Piripiri-PI

2º melhor colocado do Estadual 2021

Ação

Santo Antônio de Leverger-MT

2º melhor colocado do Estadual 2021

Afogados

Afogados da Ingazeira-PE

2º melhor colocado do Estadual 2021

Aimoré

São Leopoldo-RS

2º melhor colocado do Estadual 2021

Amazonas

Manaus-AM

2º melhor colocado do Estadual 2021

América de Natal

Natal-RN

2º melhor colocado do Estadual 2021

Anápolis

Anápolis-GO

2º melhor colocado do Estadual 2021

ASA

Arapiraca-AL

Campeão da Copa Alagoas 2021

Atlético de Alagoinhas

Alagoinhas-BA

Campeão do Estadual 2021

Azuriz

Pato Branco-PR

2º melhor colocado do Estadual 2021

Bahia de Feira

Feira de Santana-BA

Vice-campeão do Estadual 2021

Brasiliense

Taguatinga-DF

Campeão do Metropolitano 2021

Caldense

Poços de Caldas-MG

3º melhor colocado do Estadual 2021

Castanhal

Castanhal-PA

2° melhor colocado do Estadual 2021

Caxias

Caxias do Sul-RS

Melhor colocado do Estadual 2021

Ceilândia

Ceilândia-DF

Vice-campeão do Metropolitano 2021

CEOV

Várzea Grande-MT

Melhor colocado do Estadual 2021

Cianorte

Cianorte-PR

3º melhor colocado do Estadual 2021

Costa Rica

Costa Rica-MS

Campeão do Estadual 2021

Crato

Crato-CE

2º melhor colocado do Estadual 2021

CSE

Palmeira dos Índios-AL

Melhor colocado do Estadual 2021

FC Cascavel

Cascavel-PR

Vice-campeão do Estadual 2021

Ferroviária

Araraquara-SP

2ª melhor colocada do Estadual 2021

Fluminense-PI

Teresina-PI

Vice-campeão do Estadual 2021

Globo

Ceará-Mirim-CE

Campeão do Estadual 2021

Grêmio Anápolis

Anápolis-GO

Campeão do Estadual 2021

Humaitá

Porto Acre-AC

Vice-campeão do Estadual 2021

Icasa

Juazeiro do Norte-CE

3º melhor colocado do Estadual 2021

Inter de Limeira

Limeira-SP

Melhor colocada do Estadual 2021

Iporá

Iporá-GO

3º melhor colocado do Estadual 2021

Jacuipense

Riachão do Jacuípe-BA

17º colocado da Série C de 2021

Juazeirense

Juazeiro-BA

3º melhor colocado do Estadual 2021

Juventude-MA

São Mateus do Maranhão-MA

Vice-campeão do Copa FMF de 2021

Juventus do Jaraguá

Jaraguá do Sul-SC

2° melhor colocado do Estadual 2021

Lagarto

Lagarto-SE

Vice-campeão do Estadual 2021

Marcílio Dias

Itajaí-SC

Melhor colocado do Estadual 2021

Moto Club

São Luís-MA

Vice-campeão do Estadual 2021

Náutico-RR

Bos Vista-RR

Vice-campeão do Estadual 2021

Nova Iguaçu

Nova Iguaçu-RJ

2º melhor colocado do Estadual 2021

Nova Venécia

Nova Venécia-ES

Campeão da Copa Espírito Santo de 2021

Oeste

Barueri-SP

20º colocado da Série C de 2021

Pacajus

Pacajus-CE

Melhor colocado do Estadual 2021

Paraná

Curitiba-PR

18º colocado da Série C de 2021

Pérolas Negras

Resende-RJ

Campeão da Copa Rio de 2021

Porto Velho

Porto Velho-RO

Campeão do Estadual 2021

Portuguesa-RJ

Rio de Janeiro-RJ

Melhor colocada do Estadual 2021

Pouso Alegre

Pouso Alegre-MG

2º melhor colocado do Estadual 2021

Próspera

Criciúma-SC

3° melhor colocado do Estadual 2021

Real Noroeste

Águia Branca-ES

Campeão do Estadual 2021

Retrô

Camaragibe-PE

4º melhor colocado do Estadual 2021

Rio Branco-AC

Rio Branco-AC

Campeão do Estadual 2021

Santa Cruz

Recife-PE

19º colocado da Série C de 2021

Santo André

Santo André-SP

3° melhor colocado do Estadual 2021

São Bernardo

São Bernardo do Campo-SP

Campeão da Copa Paulista de 2021

São Luiz

Ijuí-RS

3º melhor colocado do Estadual 2021

São Paulo Crystal

Cruz do Espírito Santo-PB

2º melhor colocado do Estadual 2021

São Raimundo-AM

Manaus-AM

Vice-campeão do Estadual 2021

São Raimundo-RR

Boa Vista-RR

Campeão do Estadual 2021

Sergipe

Aracaju-SE

Campeão do Estadual 2021

Sousa

Sousa-PB

Vice-campeão do Estadual 2021

Tocantinópolis

Tocantinópolis-TO

Campeão do Estadual 2021

Trem

Macapá-AP

Campeão do Estadual 2021

Tuna Luso

Belém-PA

Vice-campeã do Estadual 2021

URT

Patos de Minas-MG

Melhor colocado do Estadual 2021

Apostar no Brasileirão com Betano >

Tabela Brasileirão Série D de maiores campeões

Ano Equipes

2009

São Raimundo-PA

2010

Guarany de Sobral-CE

2011

Tupi-MG

2012

Sampaio Corrêa-MA

2013

Botafogo-PB

2014

Tombense-MG

2015

Botafogo-SP

2016

Volta Redonda-RJ

2017

Operário-PR

2018

Ferroviário-CE

2019

Brusque-SC

2020

Mirassol-SP

2021

Aparecidense-GO

Artilheiros da tabela Brasileirão Série D por ano

Ano Artilheiro(s) Clube Gols

2009

Michell Parintins

São Raimundo-PA

10

2010

Danilo Pitbull

Guarany de Sobral-CE

11

2011

Fernando

Marcinho Beija-Flor

Cuiabá-MT

Oeste-SP

11

2012

Nino Guerreiro

CRAR-GO

13

2013

Ademilson

Tupi-MG

12

2014

Nena

Brasil de Pelotas-RS

8

2015

São Caetano-SP

12

2016

Manoel

Altos-PI

10

2017

Eduardo

Weverton

Atlético Acreano-AC

Princesa do Solimões-AM

9

2018

Édson Cariús

Ferroviário-CE

11

2019

Júnior Pirambu

Brusque-SC

10

2020

Wallace Pernambucano

Zé Love

América de Natal-RN

Brasiliense-DF

12

2021

Gabriel Santos

Caldense-MG

13

Maiores artilheiros da história do Brasileirão Série D

Posição Jogador Período Gols Último cluba na Série D

Nonato

2011–2019

26

Aparecidense-GO (2019)

Manoel

2016–2020

25

Altos-PI (2020)

Ademilson

2009–2019

21

Tupi-MG (2019)

Alex Henrique

2013–2021

21

Aparecidense-GO (2021)

Eduardo

2012–2017

20

Atlético Acreano-AC (2017)

Joélson

2015–2020

20

Central-PE (2020)

Aleílson

2013–2021

19

Paragominas-PA (2021)

Zé Love

2020–2021

19

Brasiliense-DF (2021)

Etinho

2012–2021

18

4 de Julho-PI (2021)

Rafael Granja

2013–2019

18

Fluminense de Feira-BA (2019)

Zulu

2011–2016

18

Brusque-SC (2016)

Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://bit.ly/EricFilardi
Você está aqui