Copinha: Juniores enfrentam o Fluminense e capitão Maurício fala sobre expectativa. (Foto destaque: Divulgação/ Diego Almeida/ PontePress)

Primordialmente, nesta quinta-feira (13), os Juniores da Ponte Preta viajaram para Matão e estão concentrados  visando ao confronto contra o Fluminense. Bem como, o duelo é válido pela terceira fase da Copinha e acontece na sexta-feira (14). A partida terá transmissão pela SporTV e quem vencer segue na competição (no caso de empate no tempo regulamentar, a vaga será decidida nos pênaltis).

Nesse sentido, autor do gol da classificação diante do Jacuipense-BA, o capitão Maurício destaca que o time segue empenhado em vencer o adversário e continuar na competição. Confira:

“Estou muito feliz em poder ajudar a Ponte Preta durante as partidas, me preparei muito para chegar neste nível de atuação, poder estar 100%. Conquistamos importantes resultados até agora e seguimos focados em levar a Ponte cada vez mais longe na Copa São Paulo. O que fizemos até aqui foi muito bom, mas cada jogo é uma nova história e não podemos falhar”, diz.

Contudo, sobre o gol que marcou, o jogador cobrou com excelência o pênalti e diz ter ficado feliz em balançar as redes. No entanto, divide os méritos com todo elenco.

“Sempre é bom fazer gols. Sei das minhas responsabilidades dentro de campo, de fortalecer na marcação, mas sempre que posso também auxílio o ataque. O time está numa sincronia muito boa e isso faz com que as atuações individuais apareçam. Todos estão de parabéns”, enfatiza.

Copinha

Assim como, a vitória sobre o time de Riachão de Jacuípe aconteceu mesmo com quatro desfalques na equipe em virtude da Covid-19.  O zagueiro Euller, o lateral/volante Alex Girolli, o atacante Bruninho e o volante Alex Paulino permanecem em isolamento, em bom estado de saúde, e acompanhados pelo DM alvinegro.

Logo, mesmo com as baixas, o técnico Eduardo Abdo acredita em um jogo pegado contra o Fluminense e diz que a Macaca vai em busca de uma vitória.

“Projetamos um jogo muito estudado, são duas equipes que estão acostumadas a revelar jogadores e têm boas categorias de Base. Sabemos das dificuldades de enfrentar o Fluminense, mas eles também sabem que enfrentarão um time de tradição. Estamos estudando bem o adversário e faremos nosso melhor para sair de campo com a classificação”, conclui.

Foto destaque: Divulgação/Diego Almeida/PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário