Fortaleza: briga generalizada entre torcedores movimenta as redes: “realmente triste”

Torcedores do próprio Fortaleza brigaram entre si, antes e durante o duelo frente ao Corinthians pela semifinal da Sul-Americana

Corinthians e Fortaleza se enfrentaram na noite desta terça-feira (26) pelo jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana. O placar de 1 x 1 ficou em segundo plano, já que, infelizmente, cenas lamentáveis de violência foram flagradas na torcida do Leão do Pici.

Tudo teria começado após torcedores do Fortaleza em São Paulo colocarem uma faixa que não teria agradado parte de outra torcida, o que iniciou um confronto violento. Integrantes das torcidas Leões da TUF e Jovem Garra Tricolor foram detidos pela polícia e retirados da Neo Química Arena.

Relatos de torcedores na internet revelaram que o confronto entre os próprios torcedores do Tricolor de Aço teriam começado antes mesmo da bola rolar, e se intensificaram durante a partida. Vale ressaltar que as duas torcidas organizadas do Fortaleza são rivais, e inclusive, ficam em áreas separadas quando o time joga na Arena Castelão.

Internautas repudiam a postura de torcida do Fortaleza

A torcida do Fortaleza é conhecida por ser intensa, e apoiar o Leão do Pici durante os 90 minutos, seja jogando em casa, ou longe da capital cearense. No embarque do Tricolor de Aço para São Paulo, no último domingo, uma linda festa foi feita no aeroporto para apoiar os jogadores do Laion neste duelo frente ao Corinthians.

Entretanto, a postura das organizadas do Fortaleza foi fortemente criticada, não só pelos torcedores do próprio Tricolor, como também por outros internautas, que consideraram a conduta inaceitável, e passível de punições severas, como o banimento dos estádios de futebol.

Reclamações de parte a parte marcam confronto entre Corinthians e Fortaleza pela Copa Sul-Americana

Corintianos e leoninos saíram com um sentimento de frustração da Neo Química Arena assim que o árbitro uruguaio Esteban Ostojich apitou o término da partida em Itaquera. De um lado, a torcida do Alvinegro Paulista ficou na bronca por mais uma fraca exibição do time, e reclamou da “bagunça tática” promovida por Vanderlei Luxemburgo.

Do outro, a torcida do Fortaleza ficou muito insatisfeita com a arbitragem da partida. Em dois lances capitais, o time cearense teria sido prejudicado com a não marcação de possíveis penalidades máximas.

O primeiro lance aconteceu logo após o gol do Tricolor, Bruno Pacheco foi tocado, sem bola, por Gil dentro da área, a arbitragem, muito menos o VAR foi acionado, e o lance seguiu normalmente.

Pouco tempo depois, o velocista Marinho levou um carrinho de Fábio Santos, dentro da área, e mais uma vez, o árbitro uruguaio mandou o jogo seguir, irritando ainda mais os internautas no Twitter.

Decisão da vaga para a final da Copa Sul-Americana fica para a próxima semana

O empate foi muito comemorado pelo Fortaleza, que agora precisa somente de uma vitória simples, em casa, para se classificar para a sua primeira final internacional de sua história.

A expectativa é de que pelo menos 60 mil pessoas façam da Arena Castelão um verdadeiro caldeirão e promovam uma atmosfera favorável ao Tricolor de Aço, que ano após ano, se mantém como grande força do futebol nordestino, e competitivo no cenário nacional.

Lucas de Souza

Lucas de Souza

Repórter na equipe do Futebol na Veia e redator na Trivela, Lucas Souza é narrador do canal Futebol Interior e da Federação Paulista de Futebol.