Diferente de seus adversários, o Santos ainda não anunciou nenhum reforço para as Sereias da Vila em 2022. Aliás, a torcida santista já está um tanto quanto impaciente e pede por investimento no futebol feminino. Contudo, alguns nomes vêm sendo especulados. Confira nesta matéria:

Santos está próximo de fechar com ex-zagueira do Bahia

Na última quarta-feira (5), o Diário do Peixe revelou um interesse do Santos na zagueira Jajá. A princípio, a defensora de 28 anos se despediu do Bahia em dezembro de 2021. Portanto, está livre no mercado e pode ser uma Sereia neste ano.

Conheça o possível reforço das Sereias

Além do Bahia, Jajá teve passagens pelo Cruzeiro, São Francisco-BA, Foz Cataratas e Caucaia. Pela Raposa, a zagueira conquistou o acesso da equipe mineira em 2019, além do Campeonato Mineiro. Aliás, ela fez o primeiro gol feminino no Mineirão, diante do Grêmio, pelo Brasileiro de 2020. A saber, Jajá atuou em 35 oportunidades, marcando três gols.

Depois disso, a zagueira foi campeã do Campeonato Baiano com as Mulheres de Aço. Entretanto, com apenas nove jogos disputados, o Bahia decidiu suspender as atividades do futebol feminino. Com isso, ela acabou se despedindo no dia 23 de dezembro.

Defesa santista pede reforço

Agora, após saída de Day Silva, o Santos conta com apenas três zagueiras de origem: as veteranas Tayla e Camila Martins, além de Sassá, promovida recentemente das categorias de base. Ainda, o Peixe perdeu a lateral Fernanda Palermo que, muitas vezes, atuou na zaga para suprir as ausências de peças no elenco.
Quando o assunto é goleira, a situação fica ainda mais complicada. Conforme informado pelo Futebol na Veia, as arqueiras Michelle e Dida deixaram o clube. Dessa forma, apenas Camila Rodrigues segue na equipe. No entanto, Madu, goleira das Sereinhas, apareceu no banco de reservas na disputa da Brasil Ladies Cup.

Mais um nome à vista?

No dia 29 de dezembro, o nome da goleira Viviane Holzel começou a ser especulado na Vila Belmiro. Ainda mais após publicação de despedida do Internacional. Aliás, Vivi tem bons números pelo Colorado.

Em suma, foram 22 jogos, com 24 gols sofridos. Contudo, a goleira chegou a ficar três jogos sem ser vazada. Ainda assim, deu uma assistência e defendeu dois pênaltis na final do Campeonato Gaúcho.

Foto Destaque: Divulgação/ Felipe Oliveira/ E.C. Bahia.

Thaynara Bernardo
Apaixonada por futebol desde os 10 anos, encontrei no jornalismo uma forma de me conectar com essa grande paixão. Na faculdade, desenvolvi trabalhos que me tornaram uma profissional versátil, com fácil adaptação e que adora novos desafios. Espero que um dia eu consiga o meu lugar no jornalismo esportivo!

Deixe um comentário