Na última segunda-feira (6), a técnica Simone Jatobá selecionou 20 atletas para os dois jogos preparatórios da Seleção Feminina Sub-17, diante do Uruguai. A princípio, Myrelle Torres, do Santos, está entre as preteridas que irão entrar em campo nos dias 15 e 17 de dezembro, no Estádio Charrua, em Montevidéu.

Myrelle na seleção mais uma vez

A saber, a atleta do Peixe já havia sido convocada para um período de treinos em Pinheiral, no RJ. Dessa forma, a Seleção Sub-17 se prepara para o Campeonato Sul-Americano da modalidade, marcado para março do ano que vem.

Além da Sereinha, Simone selecionou atletas do Corinthians, São Paulo, Ferroviária, Fortaleza, Avaí/Kindermann, Internacional e Fluminense. Portanto, esta convocação é a base do último período de treinos.

Sereinhas disputando Liga

Conforme publicado pelo Futebol na Veia, a equipe Sub-16 das Sereias da Vila está em busca da classificação na Liga de Desenvolvimento da CBF. Aliás, a Myrelle Torres estará na equipe titular no duelo contra o Vasco, nesta sexta-feira (10), às 16h (horário de Brasília).

A treinadora responsável pelas categorias de base das Sereias da Vila, Sandra Santos, lembra da importância da competição, principalmente por se tratarem de equipes mais jovens do que as que disputaram as últimas competições oficiais de FPF e CBF.

Sandra destacou o papel do torneio no processo de formação de suas comandadas. Pela primeira vez em sua história, o Santos, com equipe formada em parceria com o Projeto Meninas em Campo, disputará uma competição oficialmente na categoria Sub-14 do futebol feminino.

“A Liga de Desenvolvimento é a primeira competição para a maioria das meninas. A primeira viagem, hospedagem, os jogos. É com certeza a competição mais importante para elas, especialmente para as da categoria Sub-14. Nossa expectativa é trazer a vivência da competição com leveza, fazer com que essas meninas com talento saiam do torneio querendo voltar e, a cada dia mais, se entregar à jornada de ser atleta. Elas devem ter toda a experiência, da forma com que atuamos no Sub-17 e Sub-18, sem mais ou menos. No Sub-16, seguimos o trabalho dando minutagem a quem faz parte já fazia da base e para as mais novatas, em formação paralela”, declarou Sandra.

Foto Destaque: Reprodução/ Santos F.C.

Thaynara Bernardo
Apaixonada por futebol desde os 10 anos, encontrei no jornalismo uma forma de me conectar com essa grande paixão. Na faculdade, desenvolvi trabalhos que me tornaram uma profissional versátil, com fácil adaptação e que adora novos desafios. Espero que um dia eu consiga o meu lugar no jornalismo esportivo!