Avaí/Kindermann

A primeira etapa do Campeonato Brasileiro Feminino vai caminhando para as últimas rodadas. A dois jogos do fim, o Avaí/Kindermann vive um bom momento e caminha na briga pela consolidação da vaga no G8, para disputar, enfim, a próxima fase.

A saber, a equipe de Caçador-SC está na 8ª colocação, com cinco pontos à frente do Flamengo, que ocupa a 9ª colocação. Dessa forma, só depende de um empate na próxima rodada para se classificar para a fase de mata-mata.

Destaque no Avaí/Kindermann

Dentre as jogadoras responsáveis pelo bom momento da equipe, se destaca a zagueira Camila. Titular desde a 3ª rodada, a jovem atleta já realizou 11 jogos neste Brasileirão, se consolidando peça fundamental no sistema defensivo do time.

Camila tem apenas 20 anos e joga de maneira elegante. Dessa forma, foi titular em quase toda a campanha do Kindermann em 2020, levando o time à conquista do vice-campeonato. Também no ano passado, foi convocada pela primeira vez para defender o Brasil com a amarelinha, na Seleção da técnica Pia.

A zagueira vivenciou um início de temporada turbulento em 2021, mas não deixou de acreditar no propósito e no projeto da equipe:

“Acredito que é preciso lutar até o final e superar as adversidades. E é isso que temos feito! Não iniciamos bem no Brasileiro, mas a única coisa que poderíamos fazer era olhar o que estávamos errando, para poder concertar e mirar o futuro. Assim, conseguiríamos ajeitar o que fosse necessário e que faria a diferença para nos colocar na zona de classificação novamente. Sinto muita uma felicidade imensa por chegarmos e nos mantermos no G8, e mais ainda por dependermos apenas de nós”.

Camila vive momento de aprendizado

Além disso, a jogadora completou:

“Acredito no processo, e ele não é feito só de coisas boas, então tem sido muito especial e de muito aprendizado. Por fim, estou feliz por termos uma sequência de bons resultados. Ela foi, e ainda é, muito importante para que nos mantivesse vivas na competição.”

O próximo desafio da equipe de Caçador é, justamente, o Flamengo. Precisando apenas de um empate para a classificação, o Kindermann entra em campo no dia 19, às 15h (horário de Brasília). Se ganhar, o time pode subir ainda mais na tabela. As meninas viajam motivadas, acumulando cinco vitórias nos últimos sete jogos.

Foto destaque: Reprodução/Andrielli Zambonin

Avatar
Laisa Rodrigues
O jornalismo foi uma surpresa que virou sonho. Hoje, tenho a plena certeza que é o que quero pra vida. Sou estagiária em assessoria de imprensa e sonho em me aventurar integralmente com o jornalismo esportivo. Atleta de sofá, corneteira, palmeirense apaixonada e jornalista em formação.

Deixe uma resposta