Kindermann x Santos como aconteceu - Resultado, destaques e reação

Neste domingo (6), o Santos perdeu para o Kindermann por 2 x 1, em Caçador-SC. A princípio, o jogo foi válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1. A saber, os gols foram marcados por Carol e Lelê pela equipe mandante, enquanto Sole Jaimes descontou para as Sereias da Vila.

Assista aos melhores momentos de Kindermann x Santos

1º Tempo: Leoas saem na frente, mas Sole diminui

Primeiramente, quem chegou com perigo foi o Santos. Rita Bove avançou pelo meio e abriu para Sole Jaimes pela esquerda. Porém a atacante argentina mandou a bola para as mãos da goleira Bárbara. Em contrapartida, as Leoas não desperdiçaram. Aos 13 minutos, o Kindermann teve cobrança de falta na grande área. Na sequência, Carol desviou da primeira trave para o fundo das redes. Depois disso, as mandantes tiveram nova cobrança de falta e, assim, jogaram mais uma vez na grande área. A defesa santista afastou, mas no rebote, Tauane cruzou rasteiro e, com desvio da marcação, encontrou Lelê, que mandou para o gol de Michelle e aumentou a vantagem catarinense.

Aos 34 minutos Byanca Brasil quase marcou um golaço. Na entrada da grande área ela recebeu a bola de costas para o gol, girou e bateu colocado, fazendo a bola passar com perigo, muito próxima ao ângulo esquerdo do gol de Bárbara. Minutos depois, Bruninha avançou bem pelo lado direito, levou a bola à linha de fundo e ajeitou para Byanca, que mais uma vez levou muito perigo na finalização, obrigando a goleira fazer bela defesa no ângulo esquerdo. E com a pressão, as Sereias chegaram a seu primeiro gol aos 40 minutos da primeira etapa. Do meio de campo, Ketlen lançou Amanda Gutierres, que avançava pelo lado direito do campo de ataque. Da linha de fundo, Amanda cruzou com força para Sole Jaimes, que conferiu para o fundo das redes, diminuindo a desvantagem no placar.

2º Tempo: Sereias sufocam, mas Bárbara pega tudo

Logo no início, as Sereias da Vila pressionaram as adversárias na tentativa de reverter o placar. Três minutos após a volta do intervalo, Amanda Gutierres bateu falta da intermediária com muita força e levou perigo ao gol adversário, mas a bola passou à esquerda da meta. Em seguida, o Santos teve escanteio pelo lado esquerdo do campo de ataque. Byanca Brasil cobrou na área e a defesa afastou, mas a bola acabou sobrando para Brena, que soltou uma bomba de fora da área, fazendo a bola passar mais uma vez com perigo pelo gol, saindo desta vez pelo lado direito. Aos 10 minutos, Byanca recebeu na entrada da área e bateu colocado no ângulo direito para mais uma grande defesa de Bárbara.

Já com 30 minutos da segunda etapa, Karen, que entrou no lugar da zagueira Sassá, acertou belo lançamento para Sole Jaimes que entrou pelo meio da grande área e, de primeira, acabou mandando por cima do gol. Já nos acréscimos, as Sereias quase empataram com Byanca Brasil. A camisa 9 invadiu a grande área pelo lado esquerdo, fintou as marcadoras e finalizou no canto direito de Bárbara, que defendeu mais uma vez.

Kindermann x Santos – E agora?

Agora, as Sereias da Vila viajam ao Rio de Janeiro, onde enfrentam o Botafogo, no Estádio Nilton Santos. Aliás, a partida acontece no próximo dia 19, às 18h (horário de Brasília) e será válida pela penúltima rodada antes das quartas de final. Por outro lado, o Kindermann visita o Flamengo, no mesmo dia, às 15h (horário de Brasília). Inclusive, o jogo é confronto direto rumo à próxima fase do Brasileirão.

Foto Destaque: Divulgação/ Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos F.C.

Avatar
Thaynara Bernardo
Acompanho futebol desde os meus 10 anos, e quando precisei escolher uma profissão, vi no Jornalismo uma oportunidade de trabalhar com o que gosto. Quando entrei na faculdade, estava totalmente focada em ser repórter pra TV, porém nesses 7 semestres me aprofundei em muitos veículos de comunicação e assessoria, então ampliei meus horizontes e peguei gosto também por rádio, portais de notícias e até me interesso em assessorar um clube futuramente. Hoje estou decidida que quero trabalhar com o jornalismo esportivo, e já penso em uma pós-graduação na área, pra estar à altura do que o mercado de trabalho exige.

Deixe uma resposta