Com gol de pênalti, o Palmeiras derrotou a Universidad Católica por 1 x 0 nas oitavas de final da Copa Libertadores. O duelo ocorreu ontem (14), em Santiago, no Estádio San Carlos de Apoquindo. Como resultado, o Verdão leva vantagem para o jogo de volta no Allianz Parque.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DE UNIVERSIDAD CATÓLICA X PALMEIRAS

1º TEMPO: VAR EM AÇÃO, PÊNALTI E GOL DO VERDÃO

Certamente, a partida foi bem truncada durante os 45 minutos iniciais. A equipe chilena teve grandes chances, mas foi o Verdão que conseguiu balançar as redes em cobrança de pênalti. Após o VAR confirmar toque de mão de Lanaro, Raphael Veiga cobrou no meio do gol e abriu o placar. Em seguida, os mandantes rapidamente reagiram e por pouco não empataram em cobrança de falta de Felipe Gutiérrez que bateu na trave.

2º TEMPO: ETAPA COM MUITAS SUBSTITUIÇÕES E POUCAS CHANCES DE GOL

Com a vantagem no placar, o Palmeiras segurou o jogo que se estendeu de forma morna nos minutos iniciais. Assim, Abel Ferreira fez algumas mudanças e colocou Wesley que quase ampliou aos 25′. Posteriormente, Valencia quase deixou tudo igual, mas Weverton trabalhou bem e evitou o gol. Por fim, os dois lados não tiveram muitas oportunidades claras e o jogo terminou com o placar do primeiro tempo. Resultado importantíssimo para a equipe paulista.

UNIVERSIDAD CATÓLICA X PALMEIRAS – E AGORA?

Em virtude do resultado magro, mas importante, um empate em casa classifica o Palmeiras para as quartas de finais. Logo, o time de Gustavo Poyet, precisa buscar, no mínimo, uma vitória para avançar na Libertadores. No entanto, antes do reencontro das equipes para a decisão, ambas tem compromissos nacionais para resolver. O Alviverde enfrenta o AtléticoGO no domingo (18), às 16h (de Brasília), em Goiás, pela 12ª rodada do Brasileirão. Já a Universidad Católica joga novamente em casa, contra o ColoColo, no sábado (17), às 17h (horário de Brasília), pelo Campeonato Chileno.

Foto destaque: Reprodução/Palmeiras

Isabella Cunha
Sou de Belo Horizonte, tenho 22 anos, estudo jornalismo na PUC Minas, sou cartoleira e apaixonada por um time aí. Admiro a influência do futebol na vida das pessoas e, claro... na minha! Essa paixão me move, eu vivo por esse sentimento. E viverei. Tanto pessoalmente, como profissionalmente.