Existe uma questão constantemente discutida no mundo e principalmente no Brasil: quem é melhor,  Marcelo ou Roberto Carlos? A carreira dos dois são parecidas em diversos pontos além da posição, como o fato de jogarem e serem essenciais na história do Real Madrid e da Seleção Brasileira. Mas para podermos traçar uma comparação justa, é necessário analisar, em detalhes, a trajetória dos dois laterais.

TRAJETÓRIA

Com 18 anos, Roberto Carlos começou sua carreira no União São João, clube de Araras-SP. A partir de 1993, quando se transferiu ao Palmeiras, sua carreira começou a ganhar brilho com títulos importantes sob o comando de Vanderlei LuxemburgoEm 1995 começou sua jornada na Europa, transferindo-se para a Internazionale de Milão e na temporada seguinte se transferiu ao time histórico do Real Madrid, saindo dos Galáticos apenas em 2007. Depois disso, teve três anos no Fenerbahçe, e voltou ao Brasil para defender o Corinthians. Antes de se aposentar o lateral ainda jogou no FK Anzhi (Rússia) e no Delhi Dynamo (Índia). 

Marcelo, teve passagem por apenas dois clubes até 2020, o Fluminense onde se formou como jogador e o Real Madrid que defende desde 2007, único ano em que esteve no mesmo clube de seu antecessor histórico na lateral esquerda. Hoje é um veterano no clube Merengue, tendo o mesmo respeito que Roberto Carlos. Após conhecer suas histórias, é necessário analisar também as estatísticas.

REAL MADRID

Somando jogos por clubes de sua carreira, Roberto Carlos tem 990 jogos e 116 gols. Mais da metade desses números foram pelo Real, sendo 527 jogos, 384 vitórias e 68 gols, além de 88 assistências. No clube, ele também conquistou 13 títulos, sendo destes, três Champions League e dois Mundiais de Clubes. Entretanto, Marcelo não muito atrás nesses números, tem 505 jogos pelos Galácticos, 346 vitórias, 37 gols e 96 assistências.

https://twitter.com/realmadrid/status/1253292538951110656

É notável a diferença de gols, mesmo ambos jogando numa posição que fica muitas vezes longe do gol. Com números parecidos de assistências, o lateral mais velho tem um diferencial para ter mais gols: o chute de longe, inclusive em cobranças de falta. Em títulos, Marcelo tem pelos merengues incríveis 21 conquistas, sendo deles quatro Champions League e quatro Mundiais, superando o adversário neste quesito pelo clube.

https://www.instagram.com/p/BrtJ0rsh1nT/

SELEÇÃO BRASILEIRA

Na Amarelinha, RC atuou em 112 jogos, com 83 vitórias,  10 gols e 10 assistências. Por outro lado, Marcelo atuou até aqui em 58 jogos e 44 vitórias, fazendo seis gols e 12 assistências. Ambos levantaram uma Copa das Confederações, mas Roberto conta com dois títulos da Copa América, além do principal diferencial, a cobiçada Copa Do Mundo.

View this post on Instagram

Este é o sonho dos grandes jogadores que estão nessa copa da Rússia , sempre é difícil pegar este troféu que poucos conseguem e tenho certeza que este grupo de excelentes profissionais estão em busca em busca do #brasilcampeaodomundo2018 , a batalha continua , com críticas , cobranças , com todas estas dificuldades vamos passar por encima das coisas ruins , somos positivos , somos grandes , somos 5 vezes é podemos e com fé seremos pela 6 vez campeões, hoje vem a Bélgica que em 2002 os ganhamos , vamos passo a passo em busca de ser campeões, somos brasileiros , amamos futebol , sorte a toda seleção brasileira, vocês vão conseguir , vocês podem , estaremos na torcida por um grande jogo .

A post shared by Roberto Carlos 罗伯特卡洛斯 (@oficialrc3) on

NO FUTEBOL BRASILEIRO

Como vem acontecendo bastante com os jogadores dos últimos anos, Marcelo saiu muito cedo para Europa, resultando em poucos números em seu país, jogando 44 jogos e marcando oito gols e não conquistando títulos. Já Roberto Carlos tem 293 jogos no futebol brasileiro, marcando 26 gols e conquistando dois Brasileiros, dois Paulistas e um Rio-São Paulo. Portanto, o Batata Atômica (apelido adquirido na Itália) tem um maior reconhecimento no futebol Brasileiro.

EIS A QUESTÃO: O CAMISA 6 OU O 12?

Após fazer a leitura dos dados e argumentos até aqui, é mais fácil de opinar sobre um típico conflito de gerações como esse. Existem pontos positivos para ambos, em favor de Roberto Carlos, a quantidade de gols marcados (graças ao seu potente chute), a grande identificação com o futebol brasileiro por passar mais tempo no Brasil que Marcelo e a Copa Do mundo pela seleção, fato que sempre tem peso em uma comparação entre craques.

Por sua vez, Marcelo tem a seu favor uma enorme identificação e respeito por parte dos torcedores do Real Madrid, possivelmente maior que a de Roberto Carlos devido aos títulos recentes. Ainda, seus números pelo clube são melhores e ele é hoje um líder do clube, fatidicamente após tanto tempo de experiência em Madrid.

Contudo, a disputa entre os dois em relação a números e reconhecimento é muito acirrada, RC perde nessa disputa apenas no quesito Futebol Espanhol, pois é superior em todos os outros pontos. Sendo assim, é cabível dizer que Roberto Carlos foi melhor que Marcelo.

Foto Destaque: Reprodução/ Roberto Carlos

Avatar
Lucas Henrique Santos Noronha
Escolhi o jornalismo pelo enorme gosto por esportes e por sempre assistir programas esportivos em geral, além de um costume meu de criticar grandes problemas do nosso mundo atual. Eu estou no 1o semestre do curso, minha experiência com textos foi uma página que criei uma vez (sobre futebol) mas que por força de obrigações e por ser só eu cuidando não foi pra frente. Meu objetivo é crescer na área do Jornalismo ( a maior ambição é o esportivo) e acredito que a partir de agora, consegui um grande empurrão pra ganhar experiência na área (aliás trabalhar em sites assim sempre foi um objetivo meu). Sou uma pessoa extremamente paciente, acho que minha principal virtude.

Artigos Relacionados