Passaporte Rússia – Mohamed Salah: “EXODIA” do futebol egípcio

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresenta curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o quinto de sete textos sobre a Seleção Egípcia.

E no quinto texto sobre a seleção egípcia, falaremos sobre Mohamed Salah. Jovem meia que ajudou a seleção do Egito ir para a Copa do Mundo após 28 anos e junto com Liverpool, foi para final da Champions League.

Salah atua pelo Liverpool da Inglaterra, e já na sua primeira temporada pelos “reds” foi eleito melhor jogador da Premier League com 36 gols e  11 assistências. E  na mesma temporada, o egipcio levou o  time de Londres para a final da Champions League 2017/2018 após 13 anos. Mas aos 20 minutos de jogo, sofreu divida e saiu de campo sentindo o ombro.

Salah comemorando segundo gol contra o “City” pelas quartas de final da Champions League ( Foto: Mark Linderberg/EFE)

Carreira

Mohamed Salah iniciou sua vida no futebol jogando pelo El Mokawloon SC, equipe da cidade do Cairo. Após boas partidas, foi comprado pelo Basel da Suiça, e posteriormente, devido grande habilidade, chegou a equipe do Chealse da Inglaterra.

No time dos “the blues”, Salah fez uma temporada fraca e acabou sendo emprestado para a Fiorentina e depois para a Roma. Com aumento da produtividade durante os jogos, os “Rossoneiros” exerceram o poder de compra e depois foi vendido para o atual time, o Liverpool.

O “faraó egípcio”, assim é chamado em Manchester, passou pela categoria de base da seleção do Egito, fortalecendo sua seleção, até chegar a principal, pertencendo e formando os 23 que estarão na Rússia sendo comandada por Hector Cupper, técnico argentino.

Desenho em 16 bit de Mohamed Salah e Cristiano Ronaldo, finalista da Champions League ( Foto: Divulgação)

Grande Fase de Salah

Mohamed Salah evoluiu bastante desde que saiu do time do Basel, e hoje, aos 26 anos, faz parte de um grupo seleto de jogadores da atualidade que serão vistos de perto. Uma grande responsabilidade para um ídolo egípcio, que foi eleito melhor jogador do Campeonato Inglês, que após 28 anos, junto com seus compatriotas, classificou o Egito para a Copa do Mundo.

Mohamed Salah levou sua equipe para a final da Champions League derrotando Manchester City, Roma e hoje e a final com Real Madrid.

Salah sendo consolado por Cristiano Ronaldo após sair de campo com lesão no ombro (Foto: Europa League)

Infelizmente, após lance com Sergio Ramos, do Real Madrid, aos 20 minutos, saiu de campo sofrendo com dores fortes no ombro.

Segundos médicos, o atleta será avaliado para saber qual método de recuperação a ser tomado após situação.

O egipcio é a grande esperança para figurar entre as grandes seleções do mundo e quem sabe “biliscar” umas oitavas de final após um grupo favoravelmente equilibrado com Rússia, Arábia Saudita e Uruguai.

Diego Monteiro
Jovem jornalista apaixonado por futebol, música e resenha boa. Sou paranaense na terra da garoa. Alguns dizem que sou doido, mas doido é quem me chama. De loucura e razão, todos nós temos um pouco.

Artigos Relacionados