O Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresenta curiosidades de todas as seleções participantes da Copa do Mundo deste ano. Este é o sexto de sete textos sobre a Seleção do Egito. Neste capítulo você vai conhecer mais detalhes sobre cada jogador convocado pelo técnico Hector Cúper para representar os faraós no torneio máximo da FIFA.

Esta lista com as informações de cada jogador irá surpreender a todos com a tamanha “rodagem” que muitos jogadores da seleção do Egito possui por diversos times europeus. Fazendo desta nação uma grande corrente à fazer história na Rússia.

Essam El Hadary (Al Taawoun-SAU): o goleiro com mais jogos mais pela seleção do Egito (148 jogos), El-Hadary tem 45 anos e terá a chance de representar sua nação na Copa do Mundo e se tornar o jogador mais velho a atuar por uma seleção durante uma Copa do Mundo. Com vasta bagagem futebolística e passagens por clubes do Egito, Arábia Saudita, Suíça e Sudão, além de títulos pela seleção nacional, o experiente arqueiro vai para Rússia em busca de fazer história. O goleiro possui uma boa saída de bola e bom porte físico no “abafa” pelo alto na hora dos cruzamentos.

Mohamed El-Shennawy (Al Ahly-EGI): aos 29 anos, já fez parte da seleção sub-20 nacional. Porém, o atleta nunca entrou em partida oficial pela seleção egípcia profissional, mas vem sendo convocado desde 2013, mostrando ser um bom jogador com a camisa do Al Ahly, despertando a confiança do técnico, caso precise. Um jogador novo e com bastante vitalidade, com boas reposições de bola com o pé.

Sherif Ekramy (Al Ahly-EGI): com boas passagens pelo futebol holandês, o guarda metas egípcio foi uma grande promessa das categorias de base da seleção. Aos 24 anos fez sua estréia na Liga Holandesa contra o Tweente. Seu estilo de jogo lembra bastante o lendário goleiro Van deer Sar, calmo e eficiente. Já jogou na Turquia, e hoje com 34 anos, joga no Al Ahly e faz parte dos selecionáveis para o torneio mundial.

Goleiro Essam El Hadary acompanhando a recuperação do meia Salah (Reprodução/Instagram Essam El Hadary)

Defensores

Ahmed Fathi (Al Ahly-EGI): lateral direito de oficio, o atleta integrou a seleção egípcia nas Olimpíadas de 2012. O atleta atua no cenário local no Egito e vem constantemente sendo utilizado na seleção. Fathi já passou por grandes clubes da Inglaterra como: Sheffield United e Hull City. O jogador é polivalente, fazendo a posição de volante, caso seja necessário. Tem um bom domínio de bola e tem velocidade para o contra ataque.

Saad Samir (Al Ahly-EGI): bem conhecido pelo vigor físico, o zagueiro esteve na campanha que deu a classificação para o Egito. Esteve também na campanha do Egito nas Olimpíadas em 2012. Um atleta mediano, faz bem sua função, não compromete, sabe preencher bem os espaços para ajudar os companheiros na hora do sufoco.

Ayman Ashraf (Al Ahly-EGI): atuando como lateral esquerdo, o atleta fez seu primeiro gol pela seleção egípcia foi contra o Kuwait, em amistoso preparatório para a Copa, em 2018. O atleta é um bom jogador e tem como característica seu bom domínio de bola e poder de organização dentro de campo, ajudando na transição defesa ao ataque.

Mahmoud Hamdy (Zamalek-EGI): típico zagueiro “raiz”, Hamdy foi convocado para vivenciar junto com os outros a oportunidade de vestir a camisa do Egito após 28 anos de espera. O atleta tem três gols pela seleção egípcia. Aquele estilo de zagueirão do chutão para o alto, lida com seriedade as jogadas na zaga.

Mohamed Abdel-Shafy (Al Fateh-EGI): com 32 anos, o zagueiro está na lista do Egito devido sua seriedade e técnica com a saída de bola. O atleta esteve perto de sair para futebol europeu, porém, as ofertas não agradaram o atleta, fazendo dele um dos poucos na lista que ainda atuam no mercado nacional.

Ahmed Hegazi (West Bromwich-ING): jogador de boa estatura, com 1,93m, o Hegazi passou por equipes como: Fiorentina, Perugia e West Bromwich. E também passou por todas as categorias de base da seleção egípcia. Ele possui 42 partidas pelo Egito, e um gol marcado. Durante seu período na Itália, devido sua postura dentro de campo e jeito de jogar, foi popularmente apelidado “Nesta das Pirâmides”, fazendo menção ao grande zagueiro ex-Milan, Alessandro Nesta. Extremamente técnico, o Hegazi tem boa saída de bola e faz muito bem os lançamentos, ligando defesa ao ataque. Sua jogada pelo alto, nos escanteios e faltas, podem resultar em gols a favor do Egito.

Ali Gabr (West Bromwich-ING): zagueiro central, Gabr iniciou sua carreira profissional no Ismaily-EGI em 2009. Após boas partidas, foi emprestado para o seu atual time, o West Bromwich Albion. No Campeonato Inglês o atleta participou de 17 partidas, mas não conseguiu evitar o rebaixamento da sua equipe após nove anos na elite inglesa. Forte na marcação, sabe sair bem pelo lado esquerdo da zaga. Usando bem seu corpo.

Ahmed Elmohamady (Aston Villa-ING): desde 2012 no mercado europeu, o Elmohamady é lateral direito de ofício, porém na seleção joga como ponta, usando sua experiência e agilidade para se projetar ao ataque. Em 2007, o Hertha Berlin fez oferta ao jogador após acompanhar seu desempenho nos jogos da seleção sub-21 do Egito no Campeonato de Juventude Africana de 2007, na República do Congo. Com passagens por Hull City, Sunderland e atualmente no Aston Villa, o jogador vive o momento único, e projeta fazer uma boa Copa ao lado de seus companheiros. Elmohamady já foi apelido de Ronaldo” e “Beckham” do Oriente Médio.

Ali Gabr e Ahmed Hegazi: dupla de zaga titular do Egito durante as Eliminatórias para Copa do Mundo (Divulgação/West Bromwic Oficial)

Meio-campistas

Omar Gaber (Los Angeles FC-EUA): meio-campista fez parte da equipe que disputou as Olimpíadas em 2012. Polivalente, o atleta pode jogar também como primeiro volante, dando proteção a frente da zaga. Saiu do futebol egípcio, do Zamalek SC, para atuar na Suíça, no Basel, despontando para o futebol mundial. Jogador veloz e com bons chutes para arremate ao gol.

Shikabala (Al Raed-SAU): um dos mais conhecidos jogadores do Egito, Shikabala está nesta lista como grande fonte de experiência devido sua carreira. Atuou pelo PAOK-GRE e Sporting-POR. Ele será uma das opções para o ataque do Egito.  Sabe usar bem o corpo, combinando habilidade e domínio da bola rumo ao gol adversário. Pela seleção já atuou em 26 oportunidades com um gol apenas com a camisa dos “faraós”.

Tarek Hamed (Zamalek-EGI): um dos homens de confiança do técnico Hector Cúper, o volante vem crescendo com a camisa do Egito e irá para Copa prestigiado. O atleta brigava por posição com o rodado jogador e promessa egípcia, Amro Terek. Tarek Hamed atua no futebol nacional do Egito e seu estilo de jogo se assemelha ao de Dunga, sério e liderando sua equipe durante a partida.

Abdallah Said (Al Ahli-EGI): um jogador versátil e fazedor de gol, o meia atuou pelo Egito em 26 partidas, marcando seis vezes. Atualmente atua no futebol da Finlândia, mas seu passe pertence ao Al-Ahly do Egito. O mercado da bola projeta sua ida por empréstimo para o Al-Ahli Jeddah, da Arábia Saudita.

Sam Morsy (Wigan Athletic-ING): nascido na Inglaterra e nacionalizado egípcio. Seus país viviam na “terra da rainha Elizabeth” há alguns anos e com isso, o jovem atleta tem a dupla nacionalidade. Morsy acumula bons resultados individuais em sua carreira. O atleta ajudou a equipe do Wolverhampton Wanderers Academy, na temporada 2012/2013, a subir da terceira divisão para a segunda, no inglês. Ele tem passagens por: Wolves (sub-18), Port Vale (sub-18), Port Vale, Chesterfield FC, FC Barnsley e Wigan (duas passagens). Experiência que ajuda, aliando sua técnica e toque de bola apurada, em pró da seleção.

Mohamed Elneny (Arsenal-ING): jovem promessa do Egito, Elneny está sob os grandes holofotes do cenário europeu. Com 25 anos, atua no campeonato mais dinâmico do mundo, o inglês. Saiu do Egito para jogar no Basel, da Suíça, e em 150 jogos, fez 10 gols, despertando interesse dos “gunners”. Com a seleção, atuou em 60 jogos, anotando cinco gols. O jovem volante se recupera de um entorse no tornozelo esquerdo após uma pisada errada durante a partida do Arsenal pela Premier League. Tal lesão o tirou da semi final da Liga Europa contra o Atlético de Madrid. Um volante com boa estatura e ousadia quando se projeta ao ataque. Faz bem a função de apoiador, dando mobilidade e desafogando seus companheiros em situações que a marcação é alta, quase na frente do próprio goleiro.

Mohamed Elneny driblando o zagueiro da seleção do Congo (Divulgação/Federação de Futebol do Egito)

Mahmoud Kahraba (Al-Ittihad Jeddah-SAU): meia atacante com boa habilidade nos pés, Kahraba atua no futebol árabe e tem a grande missão de ir para Copa do Mundo para ajudar a fazer história com Egito. O atleta já teve duas passagens pelo futebol suíço. Tem boa velocidade, pode fazer uma boa Copa, ajudando Salah em outra extremidade do campo, dividindo a preocupação dos adversários na hora de impedir os ataques.

Ramadan Sobhi (Stoke City-ING): uma das jovens promessas do Egito, Sobhi atua na Inglaterra há três temporadas. O atleta iniciou sua carreira nas categorias de base do Al-Ahly, e após alguns bons jogos, foi levado para Europa. Ramadan Sobhi atua como meia-esquerda, e na seleção egípcia têm como grande característica ultrapassagem rápida para o arremate para o gol. Atuou em 21 oportunidades e marcou um gol.

Ramadan Sobhi (Divulgação/Federação Egípcia)

Mahmoud Hassan (Kasimpasa-TUR): um jogador também rodado no futebol mundial, Hassan é chamado de “Trezeguet egípcio”, devido bom futebol e semelhança na forma de jogar igual ao francês. Atualmente ele atua no futebol da Turquia, no Kasimpasa, mas seu passe pertence ao RSC Anderlecht, da Bélgica. No futebol belga, o egípcio também atuou no Mouscron Real Excel. Forte fisicamente, sabe proteger bem e conduz bem a bola, ajudando demais as ultrapassagens e sabe bem fazer a parede no ataque.

Amr Warda (Atromitos Athens-GRE): atleta de 24 anos, o jovem meia atua no futebol grego há quatro temporadas, passando por: Panetolikos Agrinio, PAOK Saloniki e Atromitos Athen. Canhoto, Ward terá a grande missão ao lado de Mohmad Salah, de fazer gols e levar o Egito para uma grande Copa do Mundo. Fazer história. Possuí bom chutes de média distância, agregando bem ao time egípcio.

Atacantes

Marwan Mohsen (Al Ahly-EGI): o único centroavante na seleção do Egito, Mohsen será o “homem gol” egípcio na Rússia. Tem bom vigor físico e bom cabeçeador. Com 29 anos, o atleta atua no futebol nacional e pela seleção atuou em 10 jogos, fazendo três gols. O atacante já atuou no Gil Vicente FC, pela segunda divisão portuguesa. Fez uma boa temporada, anotando sete gols, porém não obteve êxito, e voltou para o cenário do futebol do Egito.

Mohamed Salah (Liverpool-ING): a grande estrela desta seleção, principal jogador do Liverpool e eleito melhor atleta da liga inglesa, Salah irá para a Copa do Mundo sob fortes holofotes.

Mohamed Salah iniciou sua vida no futebol jogando pelo El Mokawloon SC, equipe da cidade do Cairo. Após boas partidas, foi comprado pelo Basel da Suíça, e posteriormente, devido grande habilidade, chegou a equipe do Chelsea da Inglaterra.

No time dos “the blues”, Salah fez uma temporada fraca e acabou sendo emprestado para a Fiorentina e depois para a Roma. Com aumento da produtividade durante os jogos, os “Rossoneiros” exerceram o poder de compra e depois foi vendido para o atual time, o Liverpool.

O “faraó egípcio”, assim é chamado em Manchester, passou pela categoria de base da seleção do Egito, fortalecendo a seleção, até chegar a principal, pertencendo e formando os 23 que estarão na Rússia sendo comandada por Hector Cupper, técnico argentino.

Atuante pelos dois lados do campo, Salah é um jogador veloz, inteligente, com bom passe e goleador. Uma máquina do Egito, que apesar da recente lesão, vem treinando e se recuperando para estar bem fisicamente.

Salah a grande esperança do Egito na Copa do Mundo após última rodada no Campeonato Inglês (Reprodução/Instagram Mohmed Salah)
Diego Monteiro
Jovem jornalista apaixonado por futebol, música e resenha boa. Sou paranaense na terra da garoa. Alguns dizem que sou doido, mas doido é quem me chama. De loucura e razão, todos nós temos um pouco.

Artigos Relacionados