Passaporte Rússia – Top 5 ídolos marroquinos

- Os jovens que irão jogar na copa Rússia 2018 terão boa referência no passado

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o segundo de sete textos sobre a Seleção Marroquina desta edição. Confira os cinco maiores ídolos da história dos Leões do Atlas.

Os marroquinos vão estrear no dia 15/6 contra o Irã. Nomes de passado são lembrados e citados como motivação para os mais novos atletas. Jogadores importantes do Leões do Atlas que atuaram dentro e fora do seu país natal. Vamos conhecer os maiores ídolos da história da Seleção do Marrocos.

PASSAPORTE RÚSSIA – OS CINCO MAIORES ÍDOLOS DA SELEÇÃO MARROQUINA

5 – NOUREDDINE NAYBET

Noureddene Naybet nasceu em 1970, na cidade de Casablanca, Marrocos. Foi considerado um dos melhores jogadores de todos os tempos da Seleção Marroquina. Naybet iniciou sua carreira aos 19 anos, em 1989, no time local Wydd Casablanca. Sporting (Portugal) e Deportivo  La Coruña (Espanha) foram duas das equipes de maior expressão que o jogador marcou presença. O ídolo marroquino entrou para a Seleção de Marrocos em 1990 e defendeu o time até 2006. Fez 115 jogos e dois gols pela Seleção de seu país.

Noureddene Naybet vestiu 115 vezes a camisa do Leões do Atlas (Reprodução/Getty Images)

4 – Abdelilah Saber 

Abdelilah Saber foi outro jogador importante para a Seleção de Marrocos. Nascido em 1974, na cidade de Casablanca, o ídolo marroquino realizou 39 partidas pela seleção. Saber teve passagem pelo time europeu Sporting (Portugal) entre 1996 e 2000, depois foi contrato pelo Napoli, por duas temporadas. Em 2004, pendurou as chuteiras no Torino. Disputou a copa do Mundo em 1998 por sua pátria.

(Reprodução/Getty Images)

3 – Hassan Nader

Hassan Nader também nasceu na cidade de Casablanca, em 1965. Seu primeiro time foi Wac Casablanca, em 1982. Logo depois transferiu-se para o Benfica (Portugal), onde ficou de 1995 a 1997. Hassan começou a jogar pela Seleção de Marrocos em 1988 e ficou até 1996. Nunca disputou uma copa pelo seu país. Agora fora das quatro linhas, mas ainda no campo, Nader atua como treinador, o Farense foi o primeiro time que ele comandou.

Hassan Nader ídolo da década de 90 (Reprodução/Getty Images)

2 – Adel Taarabt

Em 1989, nascia mais um ídolo da seleção de Marrocos: Adel Taarabt. Foi revelado no time francês Lens, em 2006. Durou duas temporadas e foi contratado pelo Tottenham, e em seguida foi vendido ao QPR, que pagou 5 milhões pelo seu passe. Na seleção marroquina ele joga deste de 2009 onde participou de 20 jogos.

(Reprodução/Wikipédia)

1 – Mustapha Hadji

Por fim, a seleção marroquina tem em seu mural de ídolos o atleta Mustapha Hadji, meia campista. Ele nasceu na cidade de Iframe, no Marrocos, em 1971. Jogou em 10 times em toda sua trajetória dentro de campo, sendo que, Sporting (Portugal – 1997) e Deportivo La Coruña (Espanha – 2000) foram os clubes de maior expressão. Hadji aposentou dos gramados no dia 1 de julho de 2010. Tornou-se consultor da Seleção de Marrocos. Na Copa Rússia 2018, Mustapha Hadji vai poder passar toda sua experiência aos jovens atletas marroquinos. Em seu histórico, Mustapha carrega a bagagem de ter vivido uma copa do mundo, em 1998.

Mustapha Hadji o melhor jogador de todos os tempos da seleção de Marrocos  (Reprodução/Internet)
Wilian Lopes

Sobre Wilian Lopes

Wilian Lopes já escreveu 11 posts nesse site..

BetWarrior


Poliesportiva


Artigos Relacionados

Topo