Leandrinho relembra trajetória antes de chegar à Ponte Preta

De antemão, Leandrinho entrou no segundo tempo na partida entre Ponte Preta x Novorizontino, na última sexta-feira (13). Bem como, o momento marcou a estreia do atacante na Macaca e no futebol profissional brasileiro. Assim, o jogador se diz realizado com o momento:

“É um prazer e uma honra muito grande estar em um clube como a Ponte Preta, com uma grandeza de camisa. Me sinto muito feliz e muito honrado com isso. Meus companheiros me receberam muito bem e isso facilita muito mais a adaptação. Tem um mês que estou aqui. Um mês de felicidade e de gratidão por essa oportunidade”.

Juntamente com isso, apesar da derrota da Ponte, o jogo proporcionou alegrias à família do jogador. Assim como, tiveram a chance de vê-lo atuar de perto em um estádio no Brasil.

“Foi emocionante. Minha mãe chorou bastante quando eu entrei em campo. Para eles, a maior vitória foi eu ter entrado em campo, depois de 15 anos fora do Brasil. Entrar em campo aqui pertinho deles não tem preço”.

Leandrinho relembra trajetória antes de chegar à Ponte Preta

Nesse sentido, paulista de Cotia e com passagens pela base de São Paulo e Portuguesa, o atacante rodou bastante durante os citados 15 anos. Bem como, Costa Rica, Bélgica, Portugal, México, Arábia Saudita e Turquia, onde ficou por cinco temporadas. Da mesma forma, relembrou que começou a carreira praticamente na Costa Rica. Do mesmo modo, fez 20 gols e já foi  vendido para a Bélgica.

“Na sequência fui para a Arábia, para o México e onde passei a maior parte do tempo foi na Turquia. Foram cinco anos e boas temporadas, jogando em todas as posições do ataque. Aprendi bastante coisa, falo cinco idiomas, quase joguei a Copa do Mundo com a seleção da Costa Rica, mas não deu certo. É gratificante tudo o que eu conquistei, mas para mim, hoje é um momento único”.

Assim sendo, motivado pela oportunidade de vestir a camisa alvinegra nesta temporada, o futebolista de 35 anos, diz que se sentiu um jovem em começo de carreira quando soube que seria relacionado pelo técnico Hélio dos Anjos.

“Parecia que eu era do juniores subindo para o profissional. Quando eu vi a lista dos convocados, foi uma emoção muito grande, estar ali com os companheiros na concentração. Saibam que eu estou a 200% para poder entregar o máximo e ajudar a Ponte a conquistar todos os objetivos – garantiu o atacante”.

Foto destaque: Divulgação/Álvaro Jr./PontePress

Ainah Carvalho
Jornalista, apresentadora e apaixonada por futebol! Desde pequena eu sabia que tinha nascido para atuar em algo ligado ao esporte e cada vez mais tenho certeza que quero isso pra mim.