Fred revela como convenceu atacante a fechar com o Fluminense

Novo xodó da torcida do Fluminense, Lelê tem se firmado como peça importante no elenco comandado por Fernando Diniz. Porém, o que pouca gente sabe é que não foi fácil convencer o atacante a deixar o Volta Redonda e se transferir para o Tricolor. Em entrevista ao “Cheguei Podcast”, do radialista José Carlos Araújo (Garotinho), Fred, Diretor de Planejamento Esportivo do clube, revelou como convenceu a sensação do Campeonato Carioca a acertar com a equipe das Laranjeiras.

“Eu conversei com o Lelê e ele falou: ‘Tem o Cano aí já, eu quero jogar, quero fazer gol'. Eu falei para ele: ‘Lelê, quando o Cano chegou você acha que ele não pensou ‘Ah, tem o Fred’? Mas ele veio, disse ‘não, eu vou, vou dar a vida, me dedicar’. Porque para o Diniz, não tem essa de nome. Quem tiver melhor é quem joga, quem se dedica mais”, disse Fred, antes de completar:

“Tem que se dedicar, trabalhar para evoluir. O Diniz dá valor a isso. A parada dele é fazer gol e não tomar. Ele é tarado por isso. É um louco do bem. Cobra muito os jogadores, nunca está satisfeito. É impossível alguém fazer o que o Diniz faz, porque ele inventa uns negócios… Às vezes a gente acha que não vai dar certo, e dá”.

Fred revela como convenceu atacante a fechar com o Fluminense
Lelê após ser anunciado pelo Fluminense (Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)

Carreira e números de Lelê

Revelado pelo Itaboraí Profute, Lelê passou pelo Maricá antes de chegar ao Volta Redonda. Pelo Tricolor Suburbano disputou 65 jogos, marcou 29 gols e concedeu quatro assistências. Após se destacar no Campeonato Carioca deste ano e ser um dos artilheiros da competição, o atacante de 25 anos despertou o interesse de Fluminense e Vasco, que disputaram sua contratação.

Tricolor de coração, Lelê optou por fechar com seu time de infância. Pela equipe das Laranjeiras, já atuou em sete partidas e balançou as redes uma vez, diante do América-MG, na estreia do Brasileirão. Com o jovem à disposição, o Fluminense visita o Cruzeiro, nesta quarta-feira (10), às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão.

Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Carioca, 23 anos. Cobri o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Repórter de futebol nacional e sul-americano no Futebol na Veia.