Feliz 2022, o ano do hexa

Antes de mais nada, quero dizer que sempre acredito que o Brasil pode vencer a Copa do Mundo e levar o hexa. Mal acostumado que estava, ao nascer em 1992, vi a final em 1998 e o penta em 2002.

Eram outros tempos“, dirão os mais céticos. Contudo, vou elencar três motivos que me levam a acreditar que a Seleção Brasileira pode fazer a festa no Catar.

Ainda somos os maiores

Qualquer amante de futebol sabe que somos os maiores campeões do mundo. E isso impõe respeito. Basta ver entrevistas de adversários do Brasil para ver o quanto a camisa amarelinha pesa.

Dessa forma, acredito que o fator psicológico de um Brasil concentrado e jogando bem pode interferir no resultado. Quando os belgas sofreram o gol de Renato Augusto, em 2018, tremeram na base e torceram para o jogo acabar logo. Isso é respeito! E nós somos os mais respeitados do mundo.

Nossa seleção é muito boa

Claro que, sem um bom time, a camisa pode não fazer a diferença desejada. Entretanto não é essa a realidade da Seleção Brasileira. Temos dois dos melhores goleiros do mundo. Temos Marquinhos, um dos melhores zagueiros do mundo. Casemiro é o melhor camisa 5 do mundo. Além disso, nosso ataque é rápido, habilidoso e recheado de bons jogadores.

Ainda temos um craque

Finalmente, mas não menos importante, temos um craque. Neymar continua sendo um dos melhores do mundo e certamente vai se preparar como nunca para a Copa do Mundo, que pode ser a sua última em alto nível.

O Adulto Ney terá 30 anos no Catar e já revelou em entrevista que esse pode o último mundial da sua carreira. Sob esse mesmo ponto de vista, podemos esperar um Neymar no seu melhor nível ou muito perto disso. O Brasil nunca venceu uma Copa do Mundo sem um grande destaque individual e dessa vez não será diferente. Só vem, hexa, estamos prontos!

Foto Destaque: Lucas Figueiredo/CBF

Paulo Henrique Araújo
Apaixonado por futebol desde antes do que possa lembrar. Comentarista esportivo por amor e constante aprendiz do maior esporte do mundo.