De olho na Série D, Gama anuncia contratação de dois novos reforços

Nesta terça-feira (8) e quarta-feira (9) o Gama anunciou mais dois reforços para a sequência da temporada, após conquistar o seu 13º título do Campeonato Brasiliense. Desse modo, a equipe do Distrito Federal agora passa a contar em seu elenco com o volante Romário e o meia Ikaro Mychell.

Anunciado no início da semana, o volante Romário chega ao Periquito após ter disputado o Candangão 2020 pelo maior rival, o Brasiliense. E assim, o jogador de 29 anos coleciona passagens por São Caetano, Santo André, Oeste e os mineiros, Caldense e Patrocinense. A saber, em 2017, o alagoano atuou pelo Deportivo Tepic, do futebol mexicano.

https://www.instagram.com/p/CE5F33BHSxP/?utm_source=ig_web_copy_link

E já nesta quarta-feira foi a vez do meio-campista Ikaro Mychell ser anunciado pela equipe gamense. Então, formado pelas categorias de base do Fluminense, Ikaro chega após defender o Anapolina, do Goiás, por onde jogou o Campeonato Goiano de 2020. O meia de 24 anos já passou por clubes da Série A do Brasileiro, como Vasco e Athletico Paranaense.

https://www.instagram.com/p/CE7LUT4nEEw/?utm_source=ig_web_copy_link

E assim, após ser campeão brasiliense pela 13ª vez em toda a sua história, o Gama se prepara para fazer a sua estreia na Série D do Brasileiro. A equipe se reapresentou na última quinta-feira (3), quando iniciou os treinamentos com foco na competição nacional – a principal do ano para a equipe verde e branca.

O clube do Distrito Federal está no Grupo 6 e fará sua estreia no próximo dia 19, fora de casa. Desse modo, para ir em busca dos três pontos, o Time de Guerreiros terá de viajar até a Bahia para enfrentar o Atlético de Alagoinhas. Logo, o primeiro jogo do Gama na competição será no estádio Carneirão, às 20h30 (horário de Brasília).

Foto destaque: Reprodução/Gabriel L. Mesquita/S.E. Gama

Victor Parrini
Como amante de rádio, TV e esportes (principalmente o futebol), esses foram alguns dos motivos que me levaram a escolher o jornalismo para a minha vida. Como jornalista, quero ouvir e contar histórias, porque isso é o que nos move. Aqui exponho meu primeiro contato com a escrita esportiva.

Artigos Relacionados