Brasil x Argentina – Cancelamento de amistoso deixa dirigentes brasileiros descontentes

Em suma, o amistoso entre BrasilArgentina, marcado para o dia 11 de junho, sofreu cancelamento. Decerto, minutos antes da comunicação da convocação, a notícia do cancelamento chegou aos ouvidos dos dirigentes brasileiros, que se mostraram bastante descontentes com a decisão.

A seleção entrará em campo nos dias 2 e 6 de junho, contra Coreia do Sul e Japão e agora, procura novo adversário para o dia 11. A preferência é de uma equipe africana. Após a divulgação da lista, os jornalistas começaram a questionar Tite e Juninho Paulista sobre o assunto e as respostas foram curtas, mas concisas:

“Não é o fato de jogar contra a Argentina, ou não. É todo um planejamento. Temos que planejar antes, tem a logística de viagem. Isso não é de uma hora para outra. É prejudicial esse jogo ser cancelado. Em relação ao jogo de setembro, estamos ainda discutindo internamente e juntamente com a presidência. Tivemos a resolução da Fifa”, disse Juninho Paulista, diretor de seleções da CBF.

Tite não quis falar sobre o assunto

Por outro lado, Tite não quis falar sobre o assunto. Visivelmente incomodado, o treinador usou apenas uma frase para responder a pergunta: “tenho opinião, mas vou guardar”. Decerto, Tite somente se alongou para falar sobre as tentativas de marcar amistosos com a seleções da Europa, em explicação por conta de mais um embate contra a Argentina:

“Há o mundo ideal e o mundo real. A gente lutou para fazer o jogo contra o vice-campeão europeu. Vai ter Argentina x Itália e tentamos enfrentar a Inglaterra, buscamos todas as alternativas. Gostaríamos que fosse um europeu. Inglaterra, Bélgica, Holanda, Alemanha, Espanha, mas não dá. Procuramos a melhor opção possível para fazermos o enfrentamento”, disse Tite.

“A gente sempre se prepara para os próximos compromissos. É desta maneira que entendíamos e teremos que ajustar para um próximo adversário. Estávamos preparados e não vai acontecer. Futuramente, vindo a enfrentá-los, nos prepararemos novamente”, disse César Sampaio, auxiliar da comissão técnica de Tite.

Ainda não se sabe o motivo oficial para o cancelamento do amistoso, mas as informações garantem que a decisão aumentam a rivalidade entre as federações, que estão em embate desde o caso do clássico cancelado pela Anvisa.

FIFA determina jogo entre Brasil x Argentina

Em suma, no caso do clássico da Anvisa, a decisão chegou a FIFA, que determinou o acontecimento da partida. Decerto, no dia 21 de setembro de 2021, o clássico pelas eliminatórias da Copa foi parado nos primeiros minutos por agentes da Anvisa, que comprovaram violações sanitárias dos argentinos.

Existia a expectativa deste amistoso valer o confronto cancelado. Entretanto, a FIFA não aceitou a sugestão e mandou agendar outra partida, que está nos calendários para acontecer no dia 22 de setembro. As Federações sofreram punições financeiras, e os atletas argentinos que violaram o protocolo da FIFA contra a covid-19, sofreram suspensão por dois jogos de data oficial.

Foto destaque: Reprodução/OGlobo

 

 

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!
Você está aqui
Futebol Na Veia > Futebol pelo Mundo > Copa do Mundo 2022 > Brasil x Argentina – Cancelamento de amistoso deixa dirigentes brasileiros descontentes