Preparando o elenco para a temporada de 2021, o Athletico-PR renovou os contratos de duas peças muito importantes do seu sistema defensivo. São as laterais Thais e Thalita. Destaque no lado esquerdo, Thais foi presença constante no time titular, além de dar algumas assistências e também anotar um gol. Thalita atua na lateral direita e se notabiliza pela consistência defensiva que oferece.

AMIZADE FORA DO CAMPO

Jogando sempre pelas mesmas equipes, as atletas também são muito amigas fora dos gramados. Da mesma forma, contam com passagens por Portuguesa-SP, Tiradentes-PI, Iranduba e, atualmente, no clube paranaense.

Ademais, a  temporada de 2021 será a segunda das jogadoras pela equipe rubro-negra. O time lutará novamente pelo acesso à elite do futebol nacional. Por outro lado, no ano anterior, acabaram eliminadas nas oitavas de final, contra o Bahia.

PERFIS DAS ATLETAS DO ATHLETICO

Thais tem 26 anos e ganhou visibilidade pela sua ótima passagem na Portuguesa. Em São Paulo, conquistou o acesso para a série A1 de 2018. A lateral esquerda tem como principal ponto forte o apoio ao ataque. Assim, a atleta produz muitas chances para suas equipes.

Do mesmo modo, Thalita, de 27 anos, também esteve presente no time que conseguiu o acesso com a Lusa. Além disso, foi titular por todas as equipes que passou. Assim, na fase final da última temporada, conseguiu ganhar sequência e se mostrou parte importante no futuro do clube.

Foto Destaque: Divulgação / Athletico

Maria Fernanda Machado
Maria Fernanda Machado
Sempre gostei muito de ler e escrever, mas só decidi seguir o caminho do jornalismo no terceiro ano do ensino médio. Desde então, entrei na faculdade e me apaixonei pelo curso logo de cara. Amo as áreas do esporte e do entretenimento e definitivamente seguirei uma das duas profissionalmente. Os esportes sempre estiveram presentes na minha vida e até hoje pratico tênis, basquete e acompanho futebol torcendo pelo Galo com minha família. Sou tranquila, como uma boa virginiana sou organizada e perfeccionista, amo escrever e contar histórias. Estou sempre disposta a aprender pois conhecimento nunca é suficiente.

Deixe uma resposta