Aparecidense x Petrolina

Antes de mais nada, Aparecidense x Petrolina se enfrentaram pela 3ª e última rodada da fase de grupo da Copinha 2022.  Assim, o confronto aconteceu no Estádio Joaquim de Morais Filho, em Taubaté. Em suma, o Petrolina chegou a abrir dois gols de vantagem. Entretanto, sofreu a virada nos últimos minutos e acabou ficando de fora da próxima fase da Copinha 2022.

Assista ao melhores momentos de Aparecidense x Petrolina

1º tempo: Apenas um gol

Em suma, quem começou atacando foi a equipe de Goiás. Assim, logo aos oito minutos, a Aparecidense acertou um chute de fora de área de Danilo, que passou bem perto do gol. Então, o clube continuou pressionando bastante, acuando o Petrolina. Contudo, a medida que o gol não saia, o Petrolina começava a sair para o jogo. Aos 35 minutos, Eduardo mandou um chute perigoso e o goleiro Ramon defendeu.

Todavia, em seguida, após cobrança de escanteio, Christian pegou sobra do goleiro e mandou para gol. Assim, fazendo 1 x 0 para o Petrolina. Em seguida, aos 43 minutos, a Aparecidense quase empatou com Danilo, em chute que o goleiro Weverton desviou antes de a bola bater na trave.

2º Tempo: Reviravolta

Logo no início da etapa complementar, o Petrolina aumentou a vantagem: Kinho, de cabeça, testou para o fundo do gol e fez 2 x 0. Contudo, a partir daí, a equipe pernambucana recuou demais, e deu espaço para a Aparecidense pressionar bastante. Assim, a Aparecidense descontou aos 35min, com Diogo, de cabeça: 2 a 1.

A partir daí, só deu Aparecidense. Assim, o time goiano buscou o empate, novamente com Diogo, aos 45 minutos da etapa final: 2 a 2, de carrinho. Por fim, a Aparecidense virou aos 48, mais uma vez, com Diogo.

Aparecidense x Petrolina – E agora?

Em suma, mesmo com a vitória no confronto, a Aparecidense está eliminada da Copinha 2022. Já que a equipe chegou aos quatro pontos, mesmo número de pontos do Taubaté. Porém, perde no saldo de gols, por isso, está fora da competição.

Por outro lado, o Petrolina encerra a competição com apenas três pontos, sendo uma vitória contra o Botafogo. Assim, fica em último no grupo 14.

Foto Destaque: Divulgação/Bruno Castilho/EC Taubaté

João Victor Freire
Alagoano, porém criado no Rio De Janeiro. 20 anos. Tenho pra mim que o Jornalismo é uma das profissões mais belas que existem, e é o que eu sei e gosto de fazer desde pequeno. E aliado a isso, tenho uma paixão por esportes.

Deixe um comentário