A última vez de Álvarez no River Plate

Júlian Álvarez entra em campo, pela última vez, com a camisa do River Plate. Portanto, o atacante argentino se mudará ao Manchester City e hoje, tentará ajudar os Millonários a passar de fase nas oitavas de final da Libertadores. Decerto, são quatro anos no profissional do time, desde os 17 anos, e um grande amor das arquibancadas.

Em suma, com 22 anos, Júlian virou titular do River Plate, no começo da temporada passada, e ajudou a equipe a vencer o Campeonato Argentino. Com 119 jogos oficiais, o camisa 9 marcou 53 gols, com 31 assistências. Decerto, as grandes atuações dentro de campo fizeram o atacante chegar na seleção argentina, além de chamar a atenção de Pep Guardiola.

Decerto, o treinador espanhol se animou em ter o jogo do argentino, comparado com o ídolo e compatriota de seu novo time, Kun Aguero. As esperanças sobre o bom futuro de Álvarez são tantas que, o jogador já fará parte do plantel do Manchester City, sem nenhuma chances de sair por empréstimo. Lá, dividirá o comando de ataque com a sensação da Europa, Erling Haaland.

River de Álvarez precisa virar placar

Portanto, na primeira partida das oitavas de final, o Vélez Sarsfield venceu o clássico argentino por 1 x 0. Agora, diante sua torcida, o River precisa virar o placar e vencer por dois gols de diferença, para passar direto. Uma vitória por um gol leva o jogo para os pênaltis.

Gallardo trabalhou durante toda a semana visando a partida e chegou a poupar alguns jogadores na rodada do Campeonato Argentino, no sábado. A tendência é de que este seja o time titular, na despedida do camisa 9:

Franco Armani; Emanuel Mammana, Paulo Díaz, Héctor Martínez e Milton Casco; Enzo Fernández, Enzo Pérez, De la Cruz e José Paradela; Julián Álvarez e Braian Romero.

Decerto, os Millonarios correm atrás de um novo camisa 9 e tem na mesa, dois nomes principais: Miguel Borja e Luisito Suárez. 

Foto destaque: Reprodução/CARP

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!