Santos repudia ataque contra Tardelli: "Bandidos"

Antes de mais nada, o atacante Diego Tardelli realizou sua estreia com a camisa do Santos, na noite de ontem, na derrota por 1 x 0, para o Athletico-PR, pela Copa do Brasil. Assim, após a partida em seu perfil no Instagram, o jogador disse ter sido perseguido por torcedores no caminho da Vila Belmiro ao hotel onde está morando, em Santos.

DIEGO TARDELLI CONTA COMO FOI O ATAQUE

“O que eu quero contar é uma cena de terror que eu acabei de passar, que eu nunca passei na minha vida e jamais imaginaria que um dia eu fosse passar por isso. Estava chegando aqui próximo ao meu hotel. Acredito que uns três ou quatro carros já estavam me seguindo. Até eu parar no sinal e nisso dois ou três carros me fecharam. Não tinha para onde correr. Começaram a quebrar meu carro, chutar, amassar. Falavam que eu ia morrer. Aquela tortura que eles fazem quando as coisas não vão bem. Isso me deixou extremamente triste, chateado”, disse Tardelli.

” Acredito que eram, pelo que eu vi rápido, contando alto, em torno de 10 pessoas, torcedores. Dez vândalos. Torcida tem todo direito de cobrar. A fase do time realmente não é das melhores, mas isso não justifica. Infelizmente. Passar pelo que eu passei, durante 15 anos de carreira, é muito triste passar por isso. Se quiser ir no CT, qualquer lugar cobrar, xingar. Mas agredir, quebrar carro, tacar o terror… Isso não cabe mais no futebol“, 

FALTA DE PUNIÇÃO AOS VÂNDALOS 

Por fim, Diego Tardelli lamentou que essa ação não terá nenhuma punição e agradeceu por ter encontrado alguns polícias durante o trajeto.

E não adianta porque não vai ter nenhuma punição. Poderia ter acontecido qualquer coisa comigo. Não tinha ninguém do lado. A sorte é que eu encontrei um policial no caminho do hotel e eles me escoltaram”, Finalizou Diego Tardelli.

POR FIM, CONFIRA MAIS SOBRE O SANTOS:

Foto destaque: Divulgação/Diego Tardelli

Alef Sousa
Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente futebol. E vi através do jornalismo uma oportunidade de estar trabalhando com a minha Paixão. Estou no 3º Semestre da faculdade de Jornalismo. Meu grande Objetivo é torna-me repórter de campo e cobrir grandes competições. Sou um cara, extrovertido, animado, comunicativo e cheio de vontade de aprender.

Deixe um comentário