STJD volta atrás e "devolve" três pontos para o Brusque

Na tarde desta quinta-feira (18), o Brusque teve seu recurso do caso de racismo contra Celsinho, do Londrina, julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A saber, a apelação do Quadricolor se deu por conta da perda de pontos, que o clube entendia que não punia o autor do ato racista.

No primeiro julgamento, o Brusque teve de pagar uma multa, além da perda de três pontos na competição nacional. Com a punição, o Quadricolor se encontrou em estado de alerta no risco de rebaixamento para a Série C, chegando a ficar, em um certo período, dentro da zona da degola.

A audiência foi feita de forma on-line, seguindo os protocolos da Covid-19. Sendo assim, com um total de seis votos a dois, o recurso do Brusque foi aceito e os três pontos foram devolvidos. No entanto, o presidente da sessão determinou a perda de um mando de campo e o pagamento de multa de R$ 60 mil.

Além disso, a punição de Júlio Antônio Petermann, identificado como autor do ato, foi mantida. A saber, ele terá de pagar R$ 30 mil em multa e se afastar do cargo de presidente do Conselho Deliberativo por 360 dias.

O meia Celsinho, do Londrina, se manifestou sobre a decisão do STJD.

“O STJD tinha uma grande oportunidade de mudar tudo. De fazer algo bem positivo. Ficar bem visto por todos e acabou dando um tiro no próprio pé”, afirmou o atleta.

Relembre o caso

No dia 28 de agosto, o Brusque recebeu o Londrina, em partida válida pela 21ª rodada da Série B. Ao fim do duelo, o árbitro Fábio Augusto Santos Sá Junior relatou, na súmula, que um integrante do staff do Quadricolor, ao fim da 1ª etapa, falou: “vai cortar esse cabelo, seu cachopa de abelha”. Entretanto, Celsinho disse que ouviu “macaco”, também vindo das arquibancadas.

Um dia depois, o Brusque, em nota oficial, acusou o jogador de falsa imputação, além de o chamar de oportunista. Ademais, também relatou incoerência do jogador em suas declarações. No entanto, logo em seguida, o Londrina publicou um vídeo em seu Twitter, onde é possível escutar a palavra “macaco”.

Brusque na tabela após a devolução dos pontos

Com a volta dos três pontos, o clube catarinense chegou a 44, passou a Ponte Preta e se distanciou da zona de rebaixamento. Em busca de se livrar, de uma vez por todas, do risco do rebaixamento, o Brusque recebe o Operário, na próxima sexta-feira (19), às 19h (horário de Brasília).

Foto Destaque: Divulgação/STJD

Gabriel Vicco
Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.

Deixe um comentário