Presidente do Vila Nova se diz frustrado com quantidade de torcedores no OBA e desabafa: “decepcionante”

Na noite da última terça-feira (28), o Colorado superou o Operário por 2 x 1 com um gol no último minuto de jogo. Segundo Higo Magalhães, técnico do time goiano, a torcida do Tigre foi um diferencial para a equipe conquistar o resultado positivo em casa. No entanto, Hugo Jorge Bravo, presidente do Vila Nova, esperava uma quantidade maior de torcedores.

De acordo com dados fornecidos pela Federação Goiana de Futebol (FGF), o Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga recebeu 1.200 pagantes na terça-feira (28). Contudo, o número de gratuidades para sócio-torcedor não foi divulgado. Segundo o jornalista Charlie Pereira, do Sistema Sagres, o clube arrecadou R$ 19.330 (dos 1.328 ingressos vendidos).

Contudo, ainda de acordo com o jornalista, após quitar os gastos, o clube conseguiu cerca de R$ 13.669 livres. Ainda assim, ao final da publicação do presidente do Vila Nova agradeceu à torcida que compareceu.

“Gratidão a Deus por mais uma vitória! Decepcionante o público de hoje [terça-feira] no OBA, após vitória no clássico [contra o Goiás]. Difícil abrir estádio para ficar praticamente no prejuízo. Parabéns e nosso muito obrigado para quem veio, que torceu e acreditou até o fim! Valeu, Vila Nova!

Próximo compromisso do Vila Nova

Buscando sua terceira vitória consecutiva na competição, o Tigre viaja a Campinas para enfrentar a Ponte Preta pela 28ª rodada da Série B. Dessa forma, as equipes se enfrentam neste sábado (2), às 21h (horário de Brasília), no Estádio Moisés Lucarelli.

Para o duelo, o Vila Nova ainda não deve contar com o lateral-esquerdo Bruno Collaço nem com o meia Renan Mota, ambos no departamento médico do clube. A saber, o primeiro teve diagnóstico de pubalgia e, por fim, o segundo passa por tratamento por conta de uma tendinite no calcanhar. Ademais, Higo não deve ter nenhuma outra baixa no time.

Tigre apresenta terceiro uniforme em homenagem a argentinos

No último sábado (25), o Vila Nova divulgou seu terceiro uniforme para a temporada. Assim, trata-se de uma homenagem aos argentinos Frontini e Emanuel Biancucchi. A saber, os dois marcaram os gols de três acessos do Tigre para a Série B. Por fim, quem apresentou o novo manto foi o também argentino Nico Maná, que compõe o elenco colorado nesta temporada.

Foto destaque: Divulgação/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).