Por que os jogadores não falaram sobre a partida tanto no intervalo como no fim? (Foto destaque: Álvaro Jr./PontePress)

Antes de tudo a pergunta dos torcedores após os últimos dois jogos da Ponte Preta contra o Vila Nova e Avaí foi essa: por que os jogadores não estão falando no fim das partidas?

Da mesma forma essa calada tem a ver com as pendências salariais da diretoria com parte do elenco. Assim também isso já tinha motivado a “greve de silêncio” dos atletas no fim de agosto. Bem como durou até o dérbi, em 17 de setembro. O protesto foi causado pelo não pagamento de dois meses de direito de imagem atrasados.

Segundo a assessoria de imprensa a dívida envolve aproximadamente dez jogadores. Do mesmo modo as pendências atingem também funcionários do departamento de futebol. Eventualmente a Ponte esperava dois repasses de fontes diferentes, mas ainda não executaram por questões burocráticas.

Por que o silêncio?

Simultaneamente alguns jogadores têm quatro meses de direito de imagem em aberto. Por outro lado o salário CLT está em dia e o mês de setembro vence nesta quinta-feira (7).

Nesse ínterim a diretoria ainda espera a entrada de verbas relacionadas ao mecanismo de solidariedade de transferências com jogadores que passaram pela Ponte. Ou seja, o lateral-direito Emerson, o zagueiro Luan Peres, o meia Claudinho e o atacante Rafael Ratão.

Afinal Ponte Preta x Náutico marca a volta da torcida e acontece no sábado (16). Juntamente com isso o jogo é a possibilidade do Majestoso receber um público superior à capacidade atual permitida que é de 30%.

(Foto destaque: Álvaro Jr./PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs