Ponte Preta divulga lista de relacionados para a disputa da Copinha 2022. (Foto destaque: Divulgação / PontePress)

À primeira vista, início do ano e falta pouco para a estreia da Ponte Preta na Copinha. Analogamente, é a hora de se perguntar quem será relacionado para representar o time no torneio. Bem como, neste domingo (2), os Juniores deixaram Campinas no início da tarde e já estão hospedados na cidade de Franca.

Da mesma forma, o time divulgou a lista de relacionados para a disputa já que a estreia acontece contra a Francana, às 17h45, na próxima terça-feira (4):

 “Treinamos forte para este momento e estamos focados em representar da melhor maneira possível a camisa da Ponte e em colocar atletas em condições de servir a categoria profissional”, diz o técnico Eduardo Abdo.

Em suma, ao todo, serão 32 grupos na edição de 2022, que reunirá 128 equipes (cerca de três mil atletas) dos 26 estados e do Distrito Federal. Do mesmo modo, atuando em 32 sedes distribuídas por 30 cidades paulistas. Portanto, a Macaca terá de enfrentar, além da Francana, as equipes do Juventude-RS (no dia 7) e do Confiança-PB (dia 10). Do mesmo modo, confira os grupos:

Assim também, os dois primeiros colocados de cada grupo seguirão para a próxima etapa. Nesse ínterim, todos os jogos alvinegros desta fase terão transmissão na internet pelo Paulistão Play e Eleven.

Ponte Preta divulga lista de relacionados

A saber, confira a numeração oficial dos atletas relacionados para defender a Macaca:

1 Gabriel
2 Gabriel Oliveira
3 Henrique
4 Euler
5 Felipe
6 Antony
7 Mateus Alisson
8 Maurício (capitão)
9 Tiago
10 Vitinho
11 Bruno José
12 Vinicius
13 Kalebe
14 Robert
15 Clenisson
16 Paulino
17 Giroli
18 Amaral
19 Diogo
20 Marcelinho
21 Bruninho
22 Eliel
23 João Vitor
24 André
25 Eduardo

De fato, a competição pode ser uma porta de entrada para a equipe profissional. Assim como, o atacante Thiaguinho quer aproveitar a oportunidade para prolongar o vínculo com o clube e assim como os outros atletas subir para o time profissional.

Por fim, o time se consolidou como um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, pois revelou grandes jogadores. Por outro lado, a Ponte é campeã da edição de 1981 e 1982.

Foto destaque: Divulgação / PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs