Pela segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019, a 32 avos de final, o Corinthians recebe o Porto-PE no estádio Novelli Júnior, em Itu, interior de São Paulo. O maior campeão da Copinha avançou no grupo 17 como líder, superando o Ituano em gols marcados, tendo um a mais que o rival do qual saldo de gols.

Corinthians

Timão vem como amplo favorito na partida e no torneio. A equipe do técnico Barroca liderou se grupo e manteve-se em Itu como sua sede, evitando o desgaste de uma viagem. O plantel deve ter o retorno de peças importantes, como os jogadores Rafael Bilu e Welliton, que treinaram em separado na última quinta-feira, mas com bola. Já o meia-atacante Vitinho é dúvida. O jogador realizou um trabalho no gramado de forma mais cautelosa, separado dos companheiros. O zagueiro Ronald também com problemas musculares é uma incógnita. Desfalque certo é Fessin, que passou por cirurgia após sofrer uma fratura na tíbia na partida contra o Ituano.

Os destaques da equipe são na parte da frente. Em sua quarta Copa São Paulo, Fabrício Oya é o maestro do time e principal jogador. Com três gols no torneio o camisa 10 alvinegro é o artilheiro dos paulista na competição. Pela beiras do campo atua Janderson, válvula de escape pelo lado direito, homem de velocidade e de dribles. Tem no um contra um seu diferencial, onde costuma se dar bem. Um pouco mais atrás, na lateral esquerda, está Lucas Piton, que, apesar de atuar na linha defensiva, tem no apoio seu ponto forte, contribuindo com assistências para gols.

Provável escalação: Diego; Igor, Jordan, Caetano e Lucas Piton; Du, Roni e Fabrício Oya; Gustavo Mantuan, Janderson e João Celeri. Técnico: Eduardo Barroca.

Porto-PE

O azarão de Caruaru vai brigar para fazer história e tentar eliminar o poderoso Corinthians. Para ajuda na missão o time conta com Caio, determinante para a classificação à segunda fase. Na estreia da competição, contra o Vila Nova, o atacante foi autor de dois belos gols, além de muita participação. O atacante já conta com três gols no torneio, tendo média de um gol por jogo e é uma das esperanças de “salvação” da equipe no torneio. A primeira meta do Porto já foi alcançada: a classificação para a segunda fase. Agora o desafio é bem maior, enfrentar o Corinthians, maior vencedor da competição. A sólida campanha do Porto é motivo de comemoração para o técnico Gabriel Lisboa:

“Tudo fruto de muito trabalho e da disciplina dos nossos atletas. Além do fato de termos conquistado o estadual, o que nos trouxe muita confiança para a taça, um aspecto que é primordial no futebol. A Copinha não permite erros, vacilou, volta para Caruaru. Por isso o precisamos de foco total. Vamos nos preparar com bastante consciência de nossas limitações, pois enfrentaremos um gigante do futebol brasileiro. Temos que elevar muito o nosso nível de concentração e sermos cirúrgicos nessa partida, pois um adversário dessa magnitude não permite erros. Nós sabemos das nossas virtudes e vamos buscar explorá-las diante desse adversário”, apontou Lisboa.

Provável escalação: Felipe; Ricardo, Hebert, Junião e Helton; Maurício, Pedrão, Neto, Thalison e Everton; Caio. Técnico: Gabriel Lisboa.

Retrospecto

Corinthians começou a Copinha vencendo o Capital-Ricanato/TO. Na sequência venceu o Sinop-MT por 4 x 1. Na última rodada ficou no empate com o Ituano por 2 x 2 que os garantiu a liderança. Já o Porto-PE debutou contra o Vila Nova-GO e fez um duro jogo no qual saíram vencedores por 3 x 2. Posteriormente duelou com o Paulista de Jundiaí e empatou por 1 x 1. Encerrou sua primeira fase duelando com o Red Bull Brasil e novamente ficaram na igualdade de 1 x 1.

Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://bit.ly/EricFilardi

Artigos Relacionados