Conmebol precisa eliminar times de torcedores racistas

Mais uma vez, estádios da Conmebol Libertadores foram palco de gestos racistas.

Nos jogos de Corinthians e Palmeiras, torcedores do Boca Juniors e Cerro Porteño, respectivamente, insultaram brasileiros com ofensas raciais.

Contudo, a questão é que não se trata apenas de provocação ao adversário, ou de “cultura” do futebol. Racismo é crime.

“O Sport Club Corinthians Paulista repudia veementemente os atos racistas que envolveram torcedores argentinos na Neo Química Arena nesta terça-feira (28), durante o jogo contra o Boca Juniors pelas oitavas da CONMEBOL Libertadores. (…) Estes comportamentos não serão tolerados”, disse o Timão em nota oficial.

Foi pela ideia de que algumas raças são melhores que outras que o mundo viu algumas de suas maiores tragédias.

Entretanto, quem pode resolver parece querer que as coisas continuem como estão.

Conmebol faz vista grossa ao racismo

Enquanto a Conmebol ficar aplicando multas aos clubes dos racistas, esse cenário não mudará.

Ou seja, qual a chance de um indivíduo mudar seu comportamento hostil e criminoso se isso não acarreta punição rigorosa?

Além disso, os clubes não estão preocupados enquanto sofrem punição em campo.

Outrossim, é hora de um choque de gestão. Passou da hora de acabar com isso. A Conmebol precisa excluir clubes com torcedores racistas.

Assim, outros torcedores desses clubes adotam uma postura vigilante contra quem pode prejudicar o clube dos seus amores.

Um passo que poderia ser dado aqui no Brasil, mas infelizmente foi abortado, ocorreu quando o Grêmio foi eliminado da Copa do Brasil de 2014.

Na ocasião, gremistas insultaram o goleiro Aranha com gritos de “macaco”. Este episódio deveria ser exemplo não só para o futebol brasileiro, como para o futebol sul-americano.

Outra alternativa para a Conmebol se coçar é os clubes daqui boicotarem a Libertadores.

O discurso já não surte efeito algum. É hora de ação pesada.

Foto Destaque: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Paulo Henrique Araújo
Apaixonado por futebol desde antes do que possa lembrar. Comentarista esportivo por amor e constante aprendiz do maior esporte do mundo.
Você está aqui
Futebol Na Veia > Futebol Sul-Americano > Copa Libertadores > Conmebol precisa eliminar times de torcedores racistas