Chance de Fábio Sanches voltar a campo no próximo compromisso da Ponte Preta. (Foto destaque: Diego Almeida/PontePress)

De antemão Fábio Sanches está fora da zaga da Ponte Preta desde a primeira quinzena de agosto. Da mesma forma o atleta tem a chance de receber a oportunidade de voltar à campo já no próximo compromisso. A saber o time viaja a Ponta Grossa para enfrentar o Operário na próxima quarta-feira (22). Tendo em vista os desfalques da dupla titular Ednei e Cleylton, o zagueiro pode ser a opção preferida de Gilson Kleina em Ponta Grossa.

Primeiramente devido à uma lesão na coxa, Fábio não entra em campo desde o dia 11 de agosto. Assim como a Ponte venceu o Londrina por 2×1. De tal forma que foi a primeira vitória da sequência boa do time com vitórias em casa.

A saber precisando de pouco mais de um mês para a recuperação completa, o atleta não pôde ser relacionado por seis rodadas consecutivas. Bem como retornou ao ser selecionado no Dérbi 201, permanecendo somente no banco de reservas.

Chance do zagueiro!

Da mesma forma dessa vez existe a possibilidade do zagueiro ganha ruma chance. A saber Gilson Kleina pode selecionar o futebolista devido às baixas que o técnico enfrenta. Juntamente com isso em relação aos nomes que vinham sendo titulares nas últimas partidas. A saber Ednei foi vetado do duelo contra o Guarani por desconforto na coxa.

Tal como é possível que o jogador fique de fora do compromisso contra o Operário. Assim também Cleylton acumulou seu terceiro cartão amarelo no clássico campineiro e deverá cumprir suspensão.

Em suma se for incluído na lista de titulares, o zagueiro reeditará uma parceria já conhecida pela torcida pontepretana. Juntamente com Rayan, Fábio formou a dupla de xerifes que atuou no final do primeiro turno da Série B.

Ainda mais acumulando números defensivos satisfatórios. Além disso foi contratado pela Ponte somente em junho. Assim também Sanches já acumulou em sete atuações com a camisa alvinegra nesta temporada todas como titular.

 

 

(Foto destaque: Diego Almeida/PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs