Ainda sem público, Vila Nova pode ter novidades contra Náutico

Primeiramente, buscando sua segunda vitória consecutiva jogando no OBA, em Goiânia, o Vila Nova recebe o Náutico nesta sexta-feira (10), às 21h30 (horário de Brasília), ainda sem a presença da torcida. Com isso, o Tigre pode ter novidades na escalação. 

A saber, o técnico Higo Magalhães conta com a chegada de dois jogadores. Além disso, outros atletas retornam após período no demais médico do clube. Em primeiro lugar, recém-chegados, o meia Tiago Real e o atacante argentino Nico Maná estarão no banco de reservas.

Em segundo lugar, o atacante Pedro Júnior e o lateral-esquerdo Willian Formiga retornam de lesão e devem ser relacionados. O primeiro, inclusive, pode começar como titular no lugar de Clayton. No entanto, inicialmente, Collaço deve permanecer na lateral. Por fim, Cardoso pode entrar no lugar de Kelvin no ataque.

Retrospecto entre Vila Nova x Náutico 

Em resumo, nos últimos confrontos entre as equipes, o time goiano não conseguiu bons resultados. Assim, de 2011 para cá, foram nove jogos e somente um triunfo do Tigre. Em contrapartida, os pernambucanos venceram oito duelos. Por fim, ocorreu um empate.

O Tigre, em situação mais delicada, precisa do triunfo para se distanciar da zona de rebaixamento. A saber, o time goiano permanece na 16ª posição, com 23 pontos, empatado com o Vitória, primeiro clube do Z4.

A saber, nesse meio tempo, a única vitória dos goianos sobre a equipe de Pernambuco ocorreu em novembro de 2017. Assim, pela Série B daquele ano, o Vila Nova venceu por 2 x 1, no Estádio do Arruda, em Recife. Enquanto Jenison e Alan Mineiro marcaram para o Colorado, Bruno Mota balançou as redes para o Timbu.

Por fim, no retrospecto geral, de acordo com o site Futebol de Goyaz, Vila Nova e Náutico se enfrentaram em 22 oportunidades. Sendo assim, enquanto o Timbu venceu 12 vezes, o Tigre triunfou outras oito. Além disso, ocorreram dois empates. Por fim, os alagoanos têm vantagem também no número de gols: 37 contra 26.

Foto destaque: Divulgação/Douglas Monteiro/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).