zé ricardo vasco

Em suma, o novo treinador do Vasco, Zé Ricardo concedeu entrevista coletiva no início da tarde deste sábado (8). Decerto, o comandante não se escondeu de responder nenhuma pergunta e entrou em assuntos que normalmente não se vê o técnico falar.

Portanto, bastante questionado sobre reforços, falou que o clube deverá trazer mais quatro ou cinco atletas, além dos dois jogadores que chegarão na semana que vem. Decerto, o lateral-direito Weverton e o meia Bruno Nazário farão parte do elenco Cruzmaltino em 2022. Zé Ricardo comentou que pelo menos mais um zagueiro e um meia até o início do Cariocão chegarão, além de atacantes.

Entretanto, as negociações não são fáceis para o clube. Em grave momento financeiro, o time se reinventa para conseguir novos jogadores. O treinador, em forma de brincadeira, comentou o momento de tantas negativas para defender o Gigante em 2022:

“Tenho brincado com os colegas que a última vez que tomei tanto não foi na época de matinê”. O Vasco precisa recuperar, antes de mais nada, a credibilidade. É essa a palavra. Recuperar a credibilidade vai fazer com que naturalmente possamos dar passos maiores mais à frente.

Entendo totalmente as negativas dos jogadores e entendo a direção do Vasco. Tenho sido muito claro para não avançarmos sinais vermelhos para que, no dia do pagamento, a gente tenha o primeiro sinal positivo com os atletas que chegaram e com os nossos funcionários. Vamos ser diferentes”.

Apostas do Vasco no futebol sul-americano

Decerto, o Vasco vem olhando para o futebol sul-americano para tentar reforçar seu elenco, principalmente no ataque. Em suma, nos últimos dias, nomes como Recalde e Amarilla, negociaram com a equipe, mas sem sucesso.

Ainda assim, a expectativa é de que o clube tenha pelo menos mais um jogador para o setor ofensivo até o começo do carioca. Até agora, somente Raniel pode jogar como camisa 9, além de Gabriel Pec e Jhon Sánchez, como jogadores de ponta.

Foto destaque: Reprodução/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!

Deixe um comentário