Vila Nova vai usar camisa com patchs especiais na Copa Verde (Foto: Fernando Torres/CBF)

A partir de uma iniciativa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Vila Nova e as outras sete equipes que disputam as quartas de final da Copa Verde de 2021 terão uma novidade na camisa de jogo. Assim, os times levarão dois patches especiais: um da onça-pintada e outro da arara-azul.

“Os desenhos dos animais que vão estampar os uniformes dessas oito equipes foram feitos pelo artista Gonzalo Rodriguez, argentino que mora no Brasil e tem centenas de trabalhos ligados a jogadores e clubes de futebol. Esta ação da CBF, em parceria com a ONG Onçafari e o Instituto Arara Azul, faz parte da política de sustentabilidade da Confederação Brasileira de Futebol, que conta também com o plantio de árvores que garante à Copa Verde o título de competição Carbono Zero”, afirmou a CBF em nota.

Próximos compromissos do Vila Nova

Na última quinta-feira (28), em Mato Grosso do Sul, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Verde, o Tigre, com o time alternativo, superou o Aquidauanense por 1 x 0. Posteriormente, na segunda-feira (1º), pela 33ª rodada da Série B, o Colorado empatou com o Cruzeiro em 1 x 1, no Independência, em Belo Horizonte.

Por fim, a delegação retorna a Goiânia para dois duelos em casa. Primeiramente, o Vila faz o jogo de volta das quartas de final da Copa Verde com o Aquidauanense nesta quinta-feira (7). Depois, no domingo (7), enfrenta o Guarani pela 34ª rodada da Série B.

Tigre inicia venda de ingressos para duelo contra Aquidauanense

Há bilhetes a partir de R$ 10 a meia-entrada. A saber, torcedores camisa do Vila Nova, munido da Carteira ID Jovem, estudante idosos possuem direito à meia. Por fim, confira detalhes dos valores e pontos de venda:

  • SETOR A (arquibancada com entrada pelo bosque): R$ 40 (meia) e R$ 80 (inteira)
  • SETOR B (arquibancada): R$ 10 (meia) e R$ 20,00 (inteira)
  • CADEIRAS (área da tribuna coberta): R$ 75 (meia) e R$ 150 (inteira)

Foto destaque: Divulgação/Fernando Torres/CBF

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).