Vasco tem dúvidas nos goleiros em 2022

Em suma, o Vasco segue com diversas dúvidas para o ano de 2022. Ainda sem uma cúpula de futebol, o time também passa por problemas dentro de campo. Decerto, desta vez, as indefinições passam na baliza vascaína. A tendência é de que alguma saída seja feita. Entretanto, uma promessa da base também pode deixar São Januário.

Primeiramente, Vanderlei é o mais cotado para sair. O goleiro chegou no começo da temporada para ser titular absoluto da equipe. Entretanto, com muitas atuações ruins, Vanderlei foi duramente criticado e hoje, já não é mais titular. Decerto, com Fernando Diniz, o camisa 1 perdeu a posição para Lucão. Seu contrato termina em 31 de dezembro e dificilmente sairá.

Halls, o terceiro goleiro, renovou seu contrato nos últimos dias, sob a direção do Presidente Jorge Salgado. Ainda sem nenhum diretor de futebol, desde a saída de Alexandre Pássaro, o mandatário assumiu algumas pendências urgentes e mostrou que, todos os outros atletas que terminam o contrato no final do ano, deverão sair. Decerto, Halls só atuou uma vez neste ano, mas é visto como um bom goleiro dentro do clube.

Vasco pode vender Lucão

Portanto, o titular da posição, Lucão ainda é o nome principal da baliza vascaína. Decerto, o camisa 28 virou titular no fim do ano, mas algumas atuações deixaram a desejar. Há quem diga que o goleiro falhou em momentos decisivos, como no gol contra o CSA, onde estava adiantado na cobrança de falta de Renato Cajá. Na partida, o Vasco vencia por 1 x 0 e este gol, iniciou o movimento da virada do adversário, que venceu por 3 x 1. Em suma, na última partida, contra o Vila Nova, Lucão levou dois gols e chutes que sofreram desvios.

Decerto, o jovem que é visto como uma joia da base, campeão das Olimpíadas de 2021, já recebeu algumas sondagens de clubes de fora e se alguma boa proposta chegar, o Vasco irá ouvir. Contudo, tudo terá resolução quando um novo diretor e um novo treinador chegar.

Foto destaque: Divulgação/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!

Deixe um comentário