thiago rodrigues vasco

Em suma, o Vasco apresentou seu segundo reforço na manhã desta terça-feira (11). Decerto, o goleiro Thiago Rodrigues, de 33 anos. O jogador estava no CSA na última temporada, e chega junto do volante Yuri, companheiro de time alagoano.

Portanto, Thiago não escondeu a felicidade em vestir a camisa do Vasco e sabe do desafio que virá pela frente. O foco total é fazer o time retornar à elite:

“Fico muito feliz com o carinho. Nas redes sociais senti o termômetro e o carinho dos torcedores. Jogando aqui em São Januário, senti o peso dessa massa quando enfrentamos o Vasco. Vim com uma mentalidade vencedora, com os pés no chão, mas para levar o Vasco para onde ele merece, que é a Série A. Ideia é fazer um bom primeiro semestre, mas nosso principal objetivo é voltar à Série A. Eu vejo essa Série B como a mais difícil, mas também como a mais prazerosa de jogar. Com todo respeito, é bem melhor jogar na Arena do Grêmio, contra o Sport, contra o Bahia. Tenho certeza que o Vasco vai fazer um grande ano. Com pés no chão, responsabilidade e foco, tenho certeza que será um grande ano para nós”.

Thiago no estilo Petr Cech

Decerto, após um choque sério com um companheiro, em jogo da Série B do ano passado, o goleiro passou a usar o famoso capacete que o arqueiro do Chelsea eternizou. Thiago revelou que precisará usar o acessório na temporada, por conta da recuperação que optou com os médicos:

“Tive um lance no ano passado que foi muito difícil. Fui acertado por um colega na testa, fraturei o olho e o nariz. Para não fazer a cirurgia, tínhamos uma final, optamos dentro de um consenso médico a não operar. E para jogar as finais era necessário usar a máscara, que uso até hoje. Valeu a pena o sacrifício, defendi dois pênaltis. Vou precisar usar a máscara por mais um ano”.

Foto destaque: Reprodução/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!