Incomodados com a situação atual do Vitória, integrantes de uma torcida organizada do clube estiveram reunidos na tarde deste domingo (17). Do lado de fora do estádio Manoel Barradas, os torcedores protestaram, em primeiro lugar, contra a gestão do presidente Paulo Carneiro. Além disso, exibiram suas insatisfações contra o presidente do Conselho Deliberativo, Fábio Motta. presidente do Conselho Fiscal, Jailson Reis e os ex-dirigentes Alexi Portela e Manoel Matos também tiveram seus nomes citados.

A manifestação ocorreu antes do jogo contra a Chapecoense, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, onde o Leão empatou sem gols. Os torcedores ecoaram o hino do Vitória, bem como cantaram músicas com críticas à atual gestão. Nesse sentido, alguns elementos estiveram exibidos no ato. Uma faixa branca cobrava o pagamento de salários atrasados dos funcionários do clube. Juntamente com isso, um caixão de madeira com a foto do atual presidente vestindo a camisa do Bahia fez parte do protesto. Ao mesmo tempo, cruzes simbolizaram contratações realizadas nesta temporada.

Apesar da quantidade de pessoas no local, não houve tumulto na região e o protesto ocorreu de forma pacífica. Em meio a pandemia do coronavírus, vídeos e fotos reproduzidos na internet mostram que alguns indivíduos estavam sem máscara. Além disso, as imagens mostram o descumprimento do distanciamento social.

Em conclusão, o Vitória visita o Guarani, pela 36ª rodada da competição nacional, nesta quarta-feira (20), às 16h, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).  Vale ressaltar que o Rubro-Negro ocupa a 17ª posição com 39 pontos. Já o Guarani está na 10ª colocação com 48 pontos somados.

Foto Destaque: Divulgação

Pedro Moraes
Pedro Moraes
Falar e escrever sobre futebol é o que há! O Jornalismo Esportivo só me ajudou a ser amante deste esporte, seja ele estadual, nacional ou internacional. Copa do Mundo é vida! Libertadores é pra cardíaco!

Artigos Relacionados