Enfrentando o fantasma da zona de rebaixamento, o Vitória recebeu a Chapecoense na tarde deste domingo (17), no estádio Barradão. Com a necessidade de somar três pontos, o Leão da Barra até tentou, mas não conseguiu marcar. Por outro lado, a equipe catarinense não encontrou muitos espaços para bater a meta adversária. Por consequência, as equipes empataram em 0 a 0, pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Devido ao resultado negativo, visto que luta para sair do Z-4, o Rubro-Negro estacionou na 17ª colocação com 39 pontos somados. Além disso, a pontuação se equivale a do Náutico, primeiro time fora da degola. Ao passo que tenta se recuperar do jejum de vitórias, resta apenas três rodadas para o time tentar fugir do rebaixamento à Terceira Divisão.

https://twitter.com/fnvbr/status/1350941331334590467

Após o término da partida, o técnico Rodrigo Chagas analisou o empate. Para o comandante faltou competência e sorte para o Vitória balançar as redes adversárias.

“Acho que faltou um pouco de competência aliada a sorte. Está faltando um pouco de sorte para nós. Acho que tivemos um volume grande nesse jogo, criamos oportunidade. Infelizmente não conseguimos colocar a bola para frente, que era o que todos nós queríamos”, avaliou.

JOGADORES SAEM LESIONADOS E PODEM DESFALCAR TIME NOS PRÓXIMOS JOGOS

Apesar do empate sem gols, o Vitória terá que tratar de um outro problema para os próximos jogos decisivos. A princípio, a equipe perdeu alguns jogadores durante o confronto contra o Verdão do Oeste, sobretudo, o destaque da campanha, o atacante Léo Ceará. Além dele, o meia-atacante Thiago Lopes e o volante Matheus Frizzo precisaram ser substituídos. Em síntese, todos saíram por lesão.

Nesse sentido, Rodrigo garantiu que será necessário uma melhor avaliação do elenco durante a semana para definir a equipe titular do duelo contra o Guarani, nesta quarta-feira (20), às 16h, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP), pela 36ª rodada.

“Vamos ver como serão esses dois dias. Quando ficamos sem Vico, tive que adiantar Rafael (Carioca) e colocar Leocovick, que fez uma ótima partida. A própria questão do Alisson retornando agora, não tem condições de jogar um tempo inteiro. Tivemos poucas opções para colocar no jogo. Tivemos a questão do Thiago Lopes, que sentiu, Frizzo também machucou, Léo Ceará. Vamos ver o que vai acontecer nesses dias para ter uma segurança, para poder repetir a mesma equipe, que teve um ótimo comportamento diante da Chapecoense”, declarou o treinador.

VITÓRIA PODE SAIR DA ZONA DE REBAIXAMENTO CONTRA O GUARANI

Acima de tudo, com a possibilidade de sair do Z-4 na rodada de número 36, o Vitória precisará vencer a equipe do interior paulista e torcer contra Náutico e Figueirense. Enquanto o Timbu recebe o Oeste, no estádio dos Aflitos, em Pernambuco, nesta quarta-feira (20), às 19h15, o time catarinense visita o CRB, no estádio Rei Pelé, nesta terça-feira (19), no mesmo horário. Confiante, o técnico Rodrigo Chagas acredita que o Leão da Barra ainda depende apenas de si.

“Acredito muito que a gente só depende da gente ainda. Temos três jogos. Assim como tivemos esse resultado de empate dentro de casa, acredito que os adversários que estão brigando para sair vão ter resultados negativos. A gente tem que fazer nossa parte, que é ter um resultado positivo, uma vitória. Vamos buscar a vitória contra o Guarani, jogando fora de casa. Colocar isso na cabeça dos atletas, para que eles possam entender que podemos ainda, através de nós mesmos, buscar sair dessa situação o quanto antes. Que é agora, contra o Guarani” disse o treinador.

Foto Destaque: Pietro Carpi/ECV

Avatar
Pedro Moraes
Falar e escrever sobre futebol é o que há! O Jornalismo Esportivo só me ajudou a ser amante deste esporte, seja ele estadual, nacional ou internacional. Copa do Mundo é vida! Libertadores é pra cardíaco!

Artigos Relacionados