vasco

Em suma, sócios do Vasco vem relatando, ao longo de 2021, alguns impedimentos de circulação em São Januário, estádio do clube. Decerto, o que sempre foi tradição, agora vem enfrentando diversas barreiras e as reclamações já não são poucas.

No último sábado (11), uma foto circulou na internet, onde era possível ver o acesso a social do estádio, fechada por uma grade. De acordo com o estatuto do Vasco, isso não pode acontecer. Todo e qualquer sócio, pode circular pelas dependências de São Januário, em partes que cabe ao torcedor. Decerto, era comum se ver torcedores tirando fotos na parte social, com o campo ao fundo, além das visitas a sala de troféus e ao restaurante do Almirante, que fica dentro do clube.

Portanto, o autor da foto é Gustavo Luiz Gouvêa Almeida Júnior, conselheiro e sócio do clube. Decerto, Gustavo pertence a Sempre Vasco, grupo político liderado por Júlio Brant. No momento, o conselheiro estava no clube protocolando um pedido na secretaria do clube para que Jorge Salgado respondesse convocação. A chamada, no caso, seria para dar explicações sobre o resultado ruim do futebol em 2021:

“Cheguei lá pelas 17h e me deparei com o clube cheio de grades. Tinha essa da foto, que impedia o acesso à social para ver o campo. Na parte inferior, também. Tinha grade fechando o acesso bem em frente a onde antes era a sala de troféus. Eu tinha ouvido esses relatos antes e acabei confirmando. É um direito estatutário de qualquer sócio do clube, que agora está trancado e impedindo a circulação. Não cheguei a tentar andar, não queria criar confusão. Mas acho que, se eu tentasse, seria barrado”.

Direção do Vasco se manifestou e pediu desculpas

Decerto, assim que a foto viralizou, diversos sócios apareceram e relataram suas dificuldades no dia a dia dentro do estádio. O cenário de briga política aumentou ainda mais, já que não se viu relatos de algo parecido em história recente no Vasco.

Portanto, a direção do clube se manifestou por meio de nota oficial, onde pediu desculpas e assumiu o erro no caso:

“As grades na foto em questão são delimitações referentes ao trajeto do Tour da Colina. A Diretoria Administrativa do Vasco da Gama entende ser um erro impor limite físico ao sócio do clube, que tem todo o direito de transitar orgulhosamente por nossa casa, em São Januário ou nas demais sedes sociais, admitindo toda a revisão do processo de forma imediata.”

Foto destaque: Reprodução/Internet

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!