Reapresentação da Ponte em silêncio. (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress) 

Antes de tudo a reapresentação dos jogadores foi em silêncio na manhã desta terça-feira (31), no CT do Jardim Eulina. Tal como em protesto as pendências salariais.

Da mesma forma a Ponte acertou a CLT de julho na sexta-feira(27), mas os direitos de imagem chegaram a três meses em aberto na última segunda (30). Eventualmente também existe dívida com parte da comissão técnica. Assim como, a manifestação seria uma forma de solidarizar-se com quem não recebeu.

Por outro lado os atletas já não tinham falado na derrotada diante do Vasco no último domingo (29). Igualmente as entrevistas da semana vão depender das negociações entre as partes.

Nesse ínterim o elenco discutia internamente a mobilização desde a semana passada, quando a questão do atraso nos pagamentos foi assunto de conversas com os dirigentes. Do mesmo modo a posição oficial do clube é que segue trabalhando “com empenho para deixar as contas em dia”.

Reapresentação

Segundo a assessoria de imprensa da Ponte:

  • os vencimentos de um atleta podem ser compostos exclusivamente por CLT (100%) ou por CLT + Direito de Imagem. Neste segundo caso, a CLT tem que corresponder a o mínimo 60% do valor total e a imagem, a no máximo 40% (por lei);
  • a maioria do elenco recebe 100% via CLT, ou seja, não tem nenhuma pendência com a Ponte. Do time que esteve em campo contra o Vasco, por exemplo , sete ou oito dos onze eram 100% CLT, portanto, não tinham/têm nada em aberto com o clube;
  • dos que recebem uma porcentagem em direito de imagem, há duas em aberto e uma terceira parcela venceu segunda (neste mês não é dia 28, pq a data caiu no sábado – vale o primeiro dia útil)

Em suma o clube já viveu essa situação no início do ano, durante a reta final da última Série B. Ainda mais que os jogadores fizeram “greve de silêncio” nos jogos e no dia a dia e também houve uma paralisação por um dia.

Em conclusão a Ponte soma 22 pontos, a apenas um da zona de rebaixamento. Conquanto a Veterana volta a campo na próxima sexta-feira (3). A saber o time enfrenta o Sampaio Corrêa, no Moisés Lucarelli. Simultaneamente busca a reabilitação, a partir das 19h, no Majestoso.

 

(Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress) 

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs