Lembra quando foi o último jogo? (Foto destaque: PontePress/ ÁlvaroJr)

Antes de mais nada a pergunta é: quando terá a volta da torcida nos estádios? Ponte Preta e Guarani abrem a semana com uma expectativa em comum: a definição sobre o retorno do público aos estádios de Campinas. Do mesmo modo existe a possibilidade de Brinco de Ouro e Majestoso receberem torcedores em breve.

Da mesma forma vale lembrar que o Governo do Estado de São Paulo permitiu 30% da capacidade a partir de 4 de outubro. De maneira que com o cumprimento de todas as normas sanitárias e de prevenção contra a Covid-19 – o prazo anterior era 1º de novembro.

Eventualmente as diretorias dos realizaram em conjunto um pedido à Prefeitura de Campinas para a liberação imediata na cidade. Bem como esperam uma resposta. Da mesma forma o documento chegou à Secretaria de Saúde na última quinta-feira (24).

Juntamente com isso em caso de autorização do município, o reencontro do Guarani com a torcida poderá ser na quarta-feira (29), quando o time recebe o Cruzeiro. Por outro lado a volta dos pontepretanos ao Majestoso ficaria para o próximo sábado (2), contra o Vila Nova.

Quando os jogos vão ter a volta da torcida?

A saber a ideia inicial era realizar uma reunião com o prefeito Dário Saadi, diagnóstico para Covid-19 alterou os planos. Imediatamente os clubes elaboraram um requerimento em conjunto, assinado pelos dois presidentes: Ricardo Moisés, do Guarani, e Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, da Ponte.

Do mesmo modo os estádios de Campinas não recebem torcida desde março de 2020. Recentemente, a CBF aumentou para 30 o número de convidados por clube para os jogos, e as diretorias têm chamado alguns torcedores nesse meio.

De acordo com comunicado do Governo, a capacidade será limitada para 30% a partir de 4 de outubro, com o cumprimento de todas as normas sanitárias e de prevenção contra a Covid-19. A previsão é que a capacidade seja ampliada para 50% em 16 de outubro. E para 100% em 1º de novembro.

Em suma aqueles que tiverem apenas uma dose das vacinas de duas doses precisam apresentar um teste negativo com validade de 48 horas para o tipo PCR ou de 24 horas para o de antígeno. Afinal o uso de máscara, segundo o protocolo, será obrigatório em todo o estádio.

 

 (Foto destaque: PontePress/ ÁlvaroJr)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs