Presidente Salgado sofre pressão para a saída de Pássaro

Em suma, após o fracasso no campeonato, onde o clube não conseguiu o acesso, o futuro do Vasco está bastante indefinido. Decerto, o presidente Jorge Salgado vem sofrendo grande pressão para mudar por completo, o departamento de futebol da equipe. O alvo principal das críticas é o diretor executivo Alexandre Pássaro, que foi o responsável por montar o elenco que está em 9º lugar.

Portanto, Salgado gosta demais do trabalho de Pássaro, e a demissão está praticamente fora de questão. Decerto, o dirigente fez um papel de modernização dentro do setor que, apesar do não resultado dentro de campo, é de se elogiar. Hoje, o Vasco pode dizer que tem um futebol moderno, com profissionais e perspectiva de futuro. Ainda assim, o fato de não conseguir o acesso, além de declarações ruins, colocam Pássaro como o “inimigo” número um da torcida, atualmente.

Outra crítica feita pelos torcedores, e também por dirigentes do clube, é a centralização das decisões. Na campanha antes de eleição, Jorge Salgado garantiu que o futebol teria um grupo de grandes profissionais e ex jogadores, para decidirem o dia dia do time. Entretanto, com pouco dinheiro, além da algumas negativas, tudo acabou ficando nas mãos de Pássaro, além do próprio presidente. Decerto, agora, Salgado sabe que precisa de outras pessoas com capacidade para ajudar dentro do futebol, já que não funcionou a forma como vinha fazendo.

Mudanças deverão acontecer com Salgado

Em suma, a tendência é de que cheguem outros nomes para ajudar Pássaro na área, acima e abaixo de sua posição atual. Um vice presidente de futebol, cargo mais político, mas ainda assim, importante dentro do Vasco, deverá acontecer. Decerto, um nome forte da história do time pode ser a escolha. Portanto, um CEO também poderá chegar para dividir as funções com o dirigente, tirando toda o peso da última palavra. Em reunião na última segunda-feira (8), toda a política atual que comanda o clube reclamou, além de dar opiniões para o futuro. O presidente ouviu e prometeu tomar decisões assim que o campeonato acabar.

Foto destaque: Reprodução/Vasco

 

 

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!