Hoje não dá tem jogo da Ponte! (Foto destaque: Marcos Oliveira)

Antes de mais nada chegou o grande dia!! Trata-se do dérbi 201… Bem como olhando no relógio 9h10 e ainda faltam 12 horas para o grande jogo.

De tal maneira que todos assim como eu estão ansiosos? Por outro lado não é aquele jogo que é a disputa direta por uma vaga até por que a Ponte deve pensar mesmo nos times que estão próximos como CSA, Brusque, Vila Nova. No entanto é o dérbi, meus amigos…

Aquele jogo  que tem muitas histórias para contar, ótimos relatos de qualquer torcedor!

Simultaneamente para o jogo tem todo um preparo. Por exemplo acordar cedo, olhar no relógio toda hora e pensar: putz ainda falta muito. Uma coisa que acontece com todo torcedor é responder diversas mensagens dos grupos de whatssap.

Por outro lado com o novo normal o plano é assistir ao jogo mais uma vez em casa (pode até ser na garagem), entrar mais cedo no trabalho e começar o esquenta com os familiares. Assim também o amendoim, suco de laranja, azeitona e o peixinho já estão aguardando o horário do esquenta, 18h.

Tal como mais cedo foi feita a fézinha, ansiedade a mil para a grande partida, coração acelerado. Assim também quem nunca né?

Ocasionalmente é torcer para chegar logo a hora do jogo colocar aquela camisa que dá sorte. Similarmente vale fazer de tudo para passar o tempo e aguardar pela partida.

Vale lembrar que o resultado do dérbi pode definir como será a nossa próxima semana inteira. Tal como os números da Ponte no campeonato. Em suma, no caso da Macaca é sair da degola. Vale lembrar que uma vitória dará uma moral enorme ao time.

Em conclusão, sabemos da situação da Ponte e se colocar números o adversário tem vantagem, mas é o dérbi e a Ponte em casa é vitória na certa.

Afinal essa é a aposta!!

Preparo

Eventualmente o retrospecto é ducentésimo e existe uma ligeira vantagem para os visitantes. Ocasionalmente até aqui, Ponte Preta e Guarani se enfrentaram em 200 partidas. Do mesmo modo se enfrentaram pelo Campeonato Paulista, Brasileiro, Torneio Rio- São Paulo, Paulista A1 e Taça SP.

 

(Foto destaque: Marcos Oliveira)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs