Ponte Preta terá a 15ª contratação com Matheus dos Anjos para a disputa da Série B, entre jogadores que chegaram depois do Paulistão e com a competição nacional já em andamento. (Foto destaques: Diego Almeida/PontePres)

Antecipadamente a Ponte Preta espera a definição de questões burocráticas para anunciar o meia Matheus Anjos, do Athletico, por empréstimo até o fim da temporada. Assim como será a 15ª contratação para a disputa da Série B, entre jogadores que chegaram depois do Paulistão e com a competição nacional já em andamento.

Assim também além de Anjos, o pacote de reforços contou com o lateral-esquerdo Marcelo Hermes e o volante Yago Henrique. Eventualmente dos titulares da Macaca, cinco não estavam no clube no início da temporada. Bem como o zagueiro Cleylton, o lateral-esquerdo Rafael Santos, o volante André Luiz, o meia Fessin e o atacante Rodrigão.

Inesperadamente entre os contratados para a Série B, o zagueiro Gustavo Cipriano, ex-Santos, e o volante Yago Henrique, ex-Juventude. Do mesmo modo são os únicos que ainda não estrearam com a camisa alvinegra. Juntamente com isso a relação mostra que a Ponte, apesar das dificuldades financeiras, investiu na reformulação do elenco para a sequência da temporada

Outrossim a expectativa do clube é que Matheus Anjos chegue ao Majestoso nos próximos dias para exames e assinatura de contrato. Ainda mais que entre clube e jogador está tudo certo desde o fim de semana passada.

Ponte Preta & Matheus dos Anjos

Simultaneamente aos 22 anos e nascido em Campinas, Matheus Anjos está sem espaço no Furacão. Por outro lado o último jogo foi em 25 de abril, ainda pelo Campeonato Paranaense, quando o Athletico utilizou uma equipe alternativa.

Inegavelmente o atleta já tem uma passagem pelo futebol campineiro. Assim também em 2018, defendeu o Guarani, mas disputou apenas cinco partidas. Bem como também por empréstimo, ainda atuou por Paraná em2019 e Botafogo-SP  em 2020.

Enfim, a  diretoria da Ponte foi ao mercado por iniciativa própria, sem auxílio de terceiros, em busca de “três a quatro” peças para ajudar o time na luta contra o rebaixamento.

(Foto destaque: Diego Almeida/PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs