Ponte Preta fora da degola por mais uma rodada por causa da vitória do Cruzeiro diante do Londrina. (Foto destaque: Reprodução/ FNV)

Inicialmente, o resultado do jogo direto que acontece na noite de sexta-feira (5), entre Londrina x Cruzeiro, interessava diretamente à Ponte Preta na luta contra o rebaixamento. Da mesma forma, o Cruzeiro conquistou os três pontos com o placar de 1×0 no interior do Paraná.

Ocasionalmente, a Macaca não corre o risco de entrar na degola na rodada 34 independente do resultado contra o CRB no próximo domingo (7), em casa.

Juntamente com isso, a derrota deixou o Londrina com 38 pontos, abrindo o Z-4. Vale lembrar que a Ponte tem 39, atualmente na 15ª colocação. Assim, o time campineiro tem a chance de fazer uma gordura de quatro pontos para a zona de rebaixamento.

Ainda mais que a campanha alvinegra no segundo turno já superou a pontuação de todo o primeiro turno. Bem como, 20 pontos contra 19, ainda faltando cinco rodadas. No entanto, é insuficiente para aliviar a situação.

De maneira que, esse já seria uma boa motivação aos jogadores que vão entrar em campo sabendo dos resultados? Bem como, certamente diante da torcida presente no Majestoso, o time vai fazer bonito!

Ponte Preta fora da degola por mais uma rodada

Nesse interim, a Macaca ainda fica de olho nos jogos de Operário (41 pontos) x Goiás; Sampaio Corrêa (40) x Brasil-RS e Confiança (31) x Brusque (38). Contudo, Operário x Brusque entram em campo neste sábado (6), e o Sampaio também joga no domingo.

Assim como, dependendo da combinação, a Ponte pode terminar o domingo na 12ª colocação – o Remo, em 12º, com 41, já jogou e perdeu do CSA por 2 x 0 na sexta-feira (5).

Afinal, do Londrina, integram o Z-4 o Vitória (34 pontos), Confiança (31 pontos) e Brasil-RS (23). Do mesmo modo, o Xavante já está rebaixado para a Série C.

 

Foto destaque: Reprodução/ FNV

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs