Ponte Preta acerta pendências com elenco. (Foto destaque: Divulgação/ PontePress)

Antes de tudo, a semana da Ponte Preta terminou com o acerto de parte das pendências financeiras com o elenco. Bem como dois dos quatro meses de direito de imagem que o clube devia foram pagos na última sexta-feira (8). Além disso, o salário CLT de setembro também foi depositado para jogadores e funcionários.

Da mesma forma integrantes da comissão técnica que trabalham no regime PJ (pessoa jurídica) receberam um dos dois meses que estavam em aberto.

Assim também durante a última semana, o presidente Sebastião Arcanjo, fez visitas à Federação Paulista de Futebol e à CBF. Juntamente com isso, a ideia foi tratar também questões financeiras. Do mesmo modo a Ponte passa a estar em dia com os salários CLT e quita o que havia prometido às vésperas do dérbi: o pagamento de dois meses de direito de imagem.

Ponte Preta

Por outro lado, a diretoria não conseguiu honrar no prazo combinado, porque esperava dois repasses de fontes diferentes que não se concretizaram à época por questões burocráticas. De maneira que, os jogadores voltaram a protestar e não deram entrevistas nos dois últimos jogoscontra Vila Nova e Avaí.

Ainda faltam os direitos de imagem referentes a agosto e setembro. Segundo a assessoria de imprensa do clube, aproximadamente dez jogadores do elenco têm no contrato com a Ponte o recebimento por direito de imagem.

Afinal, a diretoria ainda espera a entrada de verbas relacionadas ao mecanismo de solidariedade de transferências com jogadores que passaram pela Ponte quando jovens.

Nesse ínterim, a expectativa agora é para ver se o silêncio vai continuar ou não na reapresentação do elenco. Ainda mais que está marcada para segunda-feira (11), à tarde.

Em conclusão, a Macaca começa a preparação para o duelo no próximo sábado (16) quando enfrenta o Náutico. Por outro lado o jogo acontece no Moisés Lucarelli e teria a volta da torcida.

 

Foto destaque: Divulgação/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário