Kevin, lateral-direito chegou a Ponte Preta. (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Antecipadamente Kevin, lateral-direito chegou a Ponte Preta. Após uma passagem pelo Botafogo que não deixou saudades na torcida, o futebolista foi apresentado na última quarta-feira (9) como novo reforço para a sequência da Série B. Da mesma forma o jogador rescindiu com o Glorioso e assinou contrato de empréstimo com a Macaca, cedido pelo Tombense.

“Pode ter certeza de que foi um período de bastante experiência no Botafogo. Foi um ano de muito aprendizado. Pode ter certeza que vai ter um mais maduro aqui, mais consciente e que vai querer dar sempre o seu melhor dentro de campo para poder ajudar a Ponte Preta”, contou.

Assim também o lateral foi contratado para substituir Apodi. Por outro lado o jogador que trocou a Ponte pelo Goiás para a Série B. Juntamente com isso o jogador não fugiu da responsabilidade que vai enfrentar.

“A responsabilidade é grande. Apodi foi um grande cara aqui da Ponte Preta e espero corresponder a todas as expectativas. Vim para fazer o meu trabalho e bem feito. Espero dar o meu melhor e 100% dentro de campo para poder ajudar a Ponte Preta – lembra.

Em suma o jogador também citou a evolução desde sua primeira passagem por Campinas, quando defendeu o Guarani de 2017 a 2018. Ou seja, o atleta lembrou que era muito jovem e tinha muito o que aprender.

“É claro que ainda tenho o que aprender. Sempre aprendemos no dia a dia, mas pode ter certeza de que eu dei uma evoluída bastante, principalmente mentalmente e também taticamente. Hoje, defensivamente, eu dei uma melhorada também”, conclui.

Kevin nos treinamentos:

Em conclusão, o atleta de 23 anos vai disputar posição com Felipe Albuquerque. Bem como era o único lateral-direito de ofício à disposição após a saída de Apodi.

Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe uma resposta