Olha essa! Apesar de embalada pela sequência de cinco vitórias em casa a Ponte. (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Acima de tudo olha essa! Apesar de embalada pela sequência de cinco vitórias em casa a Ponte Preta chega em desvantagem para o Dérbi 201. De tal maneira que se considerar a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro. Assim também a alvinegra tem algumas vantagens para passar pelo Guarani nesta sexta-feira (17), às 21h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Tal como a partida válida pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Primeiramente o time do técnico Gilson Kleina anotou 22 gols em 23 rodadas. Da mesma forma o desempenho não é animador, uma vez que a Ponte fez menos de um gol por jogo. No entanto ainda assim a atuação em casa chama a atenção.  Assim como a Pontebalançou as redes 18 vezes como mandante. Ou seja, comemorou 82% de todos os seus gols em seus domínios.

Em contrapartida o time não passa em branco em casa desde o 0 x 0 contra o Avaí. Por outro lado a partida aconteceu no dia 6 de julho. Desde então foram 15 gols em seis jogos no Majestoso.

Olha essa!

Juntamente com isso Moisés é dúvida para o Dérbi 201. Ainda mais que é o artilheiro do time com cinco gols. Bem como o atleta sentiu o joelho na partida no último sábado (11) contra o Cruzeiro e o departamento médico do clube ainda não soltou informações a respeito.

Ocasionalmente o que se sabe é que o futebolista está sendo monitorado pelo técnico Gilson Kleina e a comissão da Ponte Preta. Assim também o atleta realizou exames na última segunda-feira (13) e vai passar os próximos dias com avaliações.

Em conclusão em 16º lugar, a Ponte aparece com 25 pontos, a dois da degola. Do mesmo modo o time tenta se recuperar do tropeço diante do Cruzeiro por 1 x 0.

 

(Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário