Nicolás Raniero

Nicolás Reniero, é o novo centroavante do Racing. Dessa maneira, o atual campeão da Superliga Argentina, desembolsará US$ 3 milhões, isto é, aproximadamente R$ 12 milhões. No entanto, o clube de Avellaneda não deterá a totalidade dos direitos econômicos do atleta. A princípio, o San Lorenzo, ex-clube do atacante, exigia US$ 500 mil (cerca de R$ 2 milhões) a mais para concretizar a negociação. No entanto, a transferência acabou sendo realizada, mas não pela totalidade do passe do atacante. Assim, agora, a Academia detém 80% do passe de Reniero, que firmará contrato por quatro anos. Por sua vez, o Ciclón manteve 20% do futebolista. Desse modo, lucrará em uma possível venda futura.

As conversas entre ambas as partes se arrastaram por um longo período e, portanto, a negociação se transformou em novela. Há duas semanas, o treinador Eduardo Coudet havia indicado o nome de Reniero a Víctor Blanco, presidente do Racing. Logo, empeçaram as tratativas com Matías Lammens, presidente do San Lorenzo. Todavia, ambas as partes se mostravam irredutíveis. Durante a tarde da última quinta-feira, enfim, chegaram a um acordo.

Desde o início da semana, o cenário era ideal para a concretização da operação. O clube de Boedo necessitava vender um jogador, uma vez que não poderá contar com o dinheiro das premiações da Copa Libertadores da América, pois foi eliminado pelo Cerro Porteño. Além disso, os irmãos gêmeos Ángel e Óscar Romero foram contratados. Por sua vez, o Racing possuía uma lacuna em seu elenco. Julián López, ficará entre seis a oito meses afastado. Isso porque o jovem de 19 anos rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo.

NICOLÁS RENIERO E MAIS QUATRO

Nicolás Reniero é o quinto reforço do Racing nesta temporada. Antes, chegaram Walter Montoya, Matías Rojas, José Luís Rodríguez e David Barbona, todos atuam na faixa central do campo.

 

Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados