Neymar marca hat-trick e Brasil vence o Peru. (Foto destaque: Reprodução/ lucasfigfoto/CBF)

Nesta terça-feira (13), tivemos a 2ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Nesse ínterim, o Brasil viajou até Lima para enfrentar o Peru, reeditando a final da Copa América de 2019. Assim, as equipes fizeram mais um grande duelo e a seleção brasileira venceu por 4 x 2. Carrilo e Tapia marcaram para os donos da casa, enquanto Richarlison e Neymar três vezes fizeram para os visitantes.

1º TEMPO

O Peru começou a partida com tudo e marcou logo nos primeiros minutos. Assim, Carrilo pegou forte a sobra de bola na entrada da área e marcou para os donos da casa. Posteriormente, Richarlison deixou Firmino cara a cara com o gol, mas Gallese levou a melhor sobre o atacante brasileiro.

Ainda na primeira etapa, Neymar foi puxado dentro da área e a arbitragem não hesitou ao marcar a penalidade. O camisa 10 do Brasil cobrou com maestria para empatar a partida. Já no finalzinho do primeiro tempo, Renan Lodi cruzou na medida para Firmino, que desperdiçou mais uma boa oportunidade para a seleção brasileira.

 

2º TEMPO

O Peru voltou assustando na segunda etapa e quase marcou com Trauco. Assim, o lateral finalizou com perigo e obrigou Weverton a fazer grande defesa. Entretanto, minutos depois os donos da casa viriam a ficar novamente a frente no placar. Tapia finalizou de fora da área e a bola desviou em Rodrigo Caio, indo para o lado contrário ao que o Weverton estava indo. Porém, logo depois o Brasil chegou ao empate. Após cobrança de escanteio, Firmino desviou e Richarlison completou para o fundo das redes.

Minutos mais tarde, Neymar foi derrubado novamente na área e o juíz deu novo pênalti para a seleção. O craque brasileiro cobrou mais uma vez com calma e colocou o Brasil na frente do marcador. Posteriormente, já nos acréscimos da partida e com um a mais em campo, Everton Ribeiro finalizou na trave e a bola sobrou para Neymar marcar o terceiro dele na partida. Nesse ínterim, o camisa 10 do Brasil chegou a marca de 64 gols, ultrapassou Ronaldo e se tornou o 2º maior artilheiro da história da seleção brasileira, atrás apenas do Rei Pelé.

 

MELHORES MOMENTOS

 

Foto destaque: Reprodução/ lucasfigfoto/CBF

Matheus Gândara
Tenho 20 anos e comecei a fazer jornalismo em 2019, na UFOP, sendo que em 2017 e 2018 cursei Engenharia Elétrica na Unifei. Em 2020 me transferi para a UniBH. No futuro espero conseguir realizar meu sonho de ser um grande jornalista esportivo. Futebol é vida!

Artigos Relacionados