Desde já, Moisés vem se destacando e subindo de produção desde a reta final da Série B. Do mesmo modo, o atacante  se tornou um dos responsáveis pela melhora ofensiva da equipe. Em contrapartida, a paralisação do Campeonato Paulista pegou a Ponte Preta em um momento de ascensão no início da temporada.

Da mesma forma a Macaca vinha de duas vitórias seguidas. Bem como uma pelo estadual e outra pela Copa do Brasil, impulsionada pela crescente ofensiva e de um de seus principais jogadores.

Assim também o atacante acredita que houve evolução. Ainda mais que o objetivo é ajudar a equipe.

“Do ano passado para esse evolui muito, na parte tática, no futebol, e venho mostrando que posso crescer mais junto com meus companheiros “, diz o jogador.

Por outro lado essa evolução aconteceu no momento em que o jogador se tornou o principal finalizador da equipe. Segundo o globoesporte a média de acertos chega a 63,6% e é bem acima do restante da equipe. Ou seja a equipe tem uma média total de 34% de finalizações corretas. Vale lembrar que somente no Paulista, foram 11 chutes nas primeiras quatro rodadas, sete deles no gol adversário.

“Pecava muito no drible a mais e ele me cobra muito para finalizar depois de cortar uma ou duas vezes. Acho que venho evoluindo nisso, no achar um passe. Meu um contra um é bom, mas tenho que finalizar mais”, afirma o craque.

Em suma, o Campeonato Paulista, segue paralisado até a próxima terça-feira (30). Juntamente com isso por causa do agravamento da pandemia do coronavírus. No entanto a FPF encontrou, em outros estados.

Nesse ínterim é uma opção para tentar realizar suas partidas. Do mesmo modo, a Ponte espera para saber quando deve voltar a campo. Assim como provavelmente contra o Santos, em duelo da 5ª rodada.

Moisés um baita jogador do time

Inicialmente em fevereiro, foi decidido que o jogador fica na Ponte durante o Campeonato Paulista. Ainda mais que o jogador está emprestado pelo Concórdia até o próximo dia 30 de abril.

Em conclusão, o atleta, fechou a temporada com ‘chave de ouro. Bem como marcou três gols que foram marcados na goleada diante do Figueirense. Por outro lado o placar foi  7 x 2, no Orlando Scarpelli. Assim também ganhou forças por parte da torcida, comissão técnica e diretoria executiva.

 

Foto destaque: Reprodução/ Diego Almeida/ PontePress

Avatar
Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs