Mesmo após goleada, Vila Nova não sobe na tabela da Série B

Ainda que tenha vencido o Guarani por 4 x 1 no último sábado (31), a posição do Vila Nova na tabela da Série B não mudou. A saber, a partir de uma combinação de resultados, a equipe goiana não conseguiu subir nenhuma posição. Dessa forma, o Colorado segue na 14ª colocação, com 18 pontos.

Contudo, o ponto positivo foi quanto ao ataque. Finalmente o setor ofensivo colorado deslanchou, balançando as redes adversárias quatro vezes num mesmo jogo. Com isso, o time saiu do posto de pior ataque da Série B, deixando o cargo para a Ponte Preta e para o Londrina, que possuem 10 gols cada. O Vila Nova, por sua vez, tem 11 tentos.

PRÓXIMO COMPROMISSO DO VILA NOVA PELA SÉRIE B

Na sequência, pela 16ª rodada, neste sábado (7), o Colorado recebe o Sampaio Corrêa, às 21h30 (horário de Brasília). A princípio, o duelo ocorre no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia.

Retrospecto

De acordo com o site oGol, as equipes se enfrentaram 13 vezes. Assim, enquanto o Vila Nova venceu sete partidas, o Sampaio Corrêa triunfou em três. Por fim, ocorreram três empate entre os times. Além disso, os goianos também levam a melhor quanto ao número de gols: 24 contra 12.

Desfalques do Colorado

Primeiramente, o volante Pedro Bambu foi diagnosticado com uma avulsão dos tendões do músculo da coxa. Portanto, o atleta desfalca o Tigre até setembro. Em síntese, o jogador de 34 anos sentiu a lesão na etapa inicial da partida contra o Busque, no dia 21 deste mês, e teve de ser substituído por conta disso.

A saber, Bambu é o segundo volante colorado a se lesionar, desfalcando o time goiano. Recentemente, Deivid teve diagnóstico de edema ósseo no tornozelo e, assim, permanece no departamento médico do clube. Em contrapartida, recentemente, o Tigre contratou Moacir para a posição.

Foto destaque: Divulgação/Douglas Monteiro/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).